Home Da Redação A origem armênia desconhecida de Steve Jobs; Veja aqui a árvore genealógica de Jobs

A origem armênia desconhecida de Steve Jobs; Veja aqui a árvore genealógica de Jobs

0

Por Sarkis Ampar Sarkissian –

A morte recente de Steve Jobs, ex-CEo da Apple, movimentou uma série de manifestações no mundo todo por ter sido um visionário que revolucionou a tecnologia moderna, criando uma interface cada vez menos distante entre o Homem e o computador.

Apesar disto, uma outra questão tem suscitado os debates: a biografia armênia de Steve Jobs.

Jobs era conhecido por não dar entrevistas falando sobre sua vida pessoal, dirigindo-se à imprensa apenas em razão do lançamento de seus produtos. Mas sua recém-lançada biografia, “Steve Jobs por Walter Isaacson”, trouxe informações reveladoras sobre sua vida pessoal.

Steve Jobs teria sido fruto de um relacionamento entre Abdulfattah Jandali, um imigrante sírio mulçumano de Homs, e Joanne Carole Schieble, uma americana de origem alemã e suíça. Segundo Jandali, o pai de Joanne não teria aprovado o casamento de sua filha com um sírio. Isto teria feito com que Joanne se mudasse para São Francisco para ter seu filho sozinha e posteriormente deixá-lo à adoção a fim de evitar um certo constrangimento.

Foi então que um casal de Montain View adotou o recém-nascido que viria a ser o grande responsável pelo sucesso de uma das maiores empresas do mundo. Deste modo, Paul Jobs e Clara Jobs vieram a assumir Steve como pais. Paul não só deu seu nome ao filho (Steven Paul Jobs) como o sobrenome à esposa Clara Hagopian. É aí que a herança familiar armênia de Steve Jobs é declarada.

Segundo a biografia de Jobs, Clara Hagopian (1924-1986) é de uma família proveniente da província de Malatia, seu pai Louis S. Hagopian (1896-1995) teria nascido lá e sua mãe, Victoria Artinian, em Izmir no mesmo ano e falecido em 1967.

Steve Jobs teria sido criado como um armênio, não só pelo ambiente em que seus pais viviam, mas também teria sido educado como tal. Apesar de sempre ter evitado tocar no assunto sobre sua vida particular, tem sido divulgado na grande mídia que Jobs falava armênio fluentemente. No entanto, o fundador dos Studios Pixar, se declarava budista além de ser vegetariano.

Os pais adotivos de Jobs lutavam muito para dar uma boa educação que não tiveram aos seus filhos, sua mãe exerceu várias funções trabalhando como babá e até em serviços administrativos, seu pai, por sua vez, consertava e restaurava carros para vendê-los, também teria trabalho como broker e maquinista.

Indiferentemente de sua origem biológica, é inegável seu afeto com seus pais adotivos que o acolheram e criaram com o amor e carinho que lhe foi renegado ao nascer. Prova disto é o fato de Steve Jobs nunca ter conhecido seu pai biológico, não por falta de oportunidade, mas por vontade de ambos. Jandali hoje com 80 anos é vice-presidente do Boomtown Hotel Casino em Reno no estado de Nevada, fez a seguinte declaração, logo após a renúncia de Jobs ao cargo de CEO da Apple: “Eu não estou preparado para ligar pra ele, mesmo que algum de nós esteja no leito da morte. Steve terá que fazer isso, já que o orgulho sírio em mim não aceita que ele (Steve) pense que estou atrás de sua fortuna”, apesar de ter assumido que tentou contato com o filho poucas vezes por e-mail, mas sempre sem resposta.

Steve ainda tinha duas irmãs, Mona Jandali biológica de pai e mãe, e outra adotiva do casal Jobs, Patti Jobs.

Abdulfattah e Johanne se casaram 10 meses após terem deixado Steve para adoção, dois anos depois deste casamento nasceu Mona Jandali. Após a separação de seus pais foi criada por sua mãe Johanne e seu padrasto, adotando posteriormente o sobrenome dele, Simpson. Steve Jobs só veio a conhecer sua mãe e irmã biológicas em 1980. Mona se tornou uma escritora de prestígio e até dedicou seu primeiro romance, Anywhere but Here (“Em qualquer outro lugar”) a Steve, que posteriormente foi adapatado para o cinema sendo estrelado por Susan Sarandon.

Pouco se sabe a respeito de sua irmã adotiva, Patti teria sido adotada quando Steve tinha dois anos e se casou em 1975, quando Jobs recebeu uma das suas primeiras maiores oportunidade de trabalho da Homebrew Computer Club para que ele montasse e vendesse 50 computadores em apenas 30 dias, Patti teria ajudado ele ainda grávida na montagem das placas de circuito na garagem da família.

Segue abaixo a árvore genealógica de Steve Jobs:

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *