Home Da Redação WikiLeaks: Turquia tenta censurar imprensa estrangeira em programas sobre o genocídio Armênio

WikiLeaks: Turquia tenta censurar imprensa estrangeira em programas sobre o genocídio Armênio

0

PanARMENIAN.Net –

De acordo com um telegrama secreto revelado esta semana pelo site WikiLeaks o ex-embaixador da Turquia para os EUA, Ross Wilson, expressou toda sua preocupação em 18 de abril de 2007 ao Diretor para Assuntos de Segurança da Turquia, Sakir Torunlar sobre um programa sobre o Genocídio Armênio que seria exibido na TV iraquiana Al Hurra.

Torunlar disse na época que “esta é uma emissora com anunciantes, o que poderia ser compreensível, mas al Hurra parece ser financiada pelo Congresso.”

“Nós compartilhamos informações que a “mesa turca” em Washington estava em contato com os programadores que tinham revisto o filme para edição. Enfatizamos que seria chamada à emissora, e não da embaixada ou do Departamento de Estado. Notamos que há uma questão de liberdade de imprensa. Ressaltamos que esses tipos de questões continuarão a surgir até que a Turquia e a Armênia tomem medidas concretas para normalizar as relações”, relatou o embaixador Wilson no telegrama secreto divulgado recentemente pelo WikiLeaks.

“A atenção do ministério de relações exteriores aos detalhes mostra a sensibilidade turca sobre esta questão. É um dos prismas através dos quais eles vêem o mundo e vai continuar até que a ferida seja curada. Esperamos que isso possa ocorrer após as eleições parlamentares ainda este ano e a formação de um novo governo com um novo mandato, ” continuou ele.

 

Armen Kevork Pamboukdjian Editor-chefe e redator do Estação Armênia. Nascido na capital Paulista, é formado em jornalismo pela Universidade Nove de Julho, em skate pela faculdade das ruas e em causa armênia pela universidade da luta e resistência.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *