Home Esportes Martirosyan vs Lara: cabeçada acidental interrompe luta que termina empatada
0

Martirosyan vs Lara: cabeçada acidental interrompe luta que termina empatada

0

Com informações de Espn.com e fotos de Ed dela Vega- Philboxing.com. –

Na madrugada de sábado para domingo, o pugilista armênio naturalizado norte americano Vanes “The Nightmare” Martirosyan enfrentou o cubano Erislandy Lara Júnior, em luta válida pela categoria dos médios-ligeiros do Conselho Mundial de Boxe (WBC), no ringue montado no Hotel Cassino Wynn Resort, na cidade de Las Vegas. 

O armênio veio para a luta com um cartel de 32 vitórias em 32 lutas (20 por nocautes) contra 17 lutas, 1 derrota e 1 empate (11 por nocaute) do cubano. O vencedor da luta obteria o direito de disputar o cinturão contra o atual campeão, o invicto Saul “Canelo” Alvarez. 

A luta eliminatória terminou em um empate técnico, quando uma cabeçada acidental causou um corte profundo no supercílio esquerdo de Martirosyan faltando 26 segundos para o fim do 9° round. 

A LUTA –

Martirosyan começou surpreendendo, trabalhando bem os jabs e diretos enquanto o cubano aceitava a pressão. O armênio contolou a luta. No quarto round a contagem não oficial mostrava a ampla vantagem do armênio.

A partir do quinto round Lara começou a equilibrar as ações, porém começou a lutar sujo acertando diversos golpes baixos em Martirosyan. O juiz advertia o cubano verbalmente. 

Do sétimo round para frente, o cubano começou a levar vantagem nos rounds demonstrando um bom jogo de pernas, boas esquivas e diretos potentes que acertavam em cheio ao armênio.

Enquanto sua vantagem ia se esvaindo Martyrosyan começou a ficar nervoso, e nos constantes clinches da luta o Armênio começou a desferir golpes na nuca do adversário. O juiz passou também a advertir o armênio. 

No 9° round, o cubano esboçava a virada, mas na tentativa de um clinche de ambos os pugilistas, o ombro do cubano acertou o supercílio do olho esquerdo do armênio. Imediatamente Martirosyan caiu de joelhos, e o que se viu foi um profundo e amplo corte jorrando sangue. O médico da partida levou cerca de 5 segundos para declarar o fim da luta, após examinar o corte.

Assim a decisão foi para os juízes, que tiveram que computar os pontos do round final. Foi declarado empate dando um ar decepcionante para uma luta muito competitiva. O primeiro juiz marcou 86-85  para o armênio, o segundo 87-84 para o cubano, e o terceiro marcou 86 a 86. Uma revanche entre os pugilistas deve ser marcada dentro de aproximadamente 4 meses. 

 

 

Armen Kevork Pamboukdjian Editor-chefe e redator do Estação Armênia. Nascido na capital Paulista, é formado em jornalismo pela Universidade Nove de Julho, em skate pela faculdade das ruas e em causa armênia pela universidade da luta e resistência.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *