Últimas atualizações oficiais dos ataques do Azerbaijão à Artsakh e à Armênia

0
6

Veja abaixo últimos comunicados oficiais do Escritório do Alto Comissariado para Assuntos da Diáspora

Leia mais:
Azerbaijão lança ataque à Artsakh
Novas faixas no Consulado da Turquia em SP pedem paz e fim dos ataques azeris
Urgente: Jato armênio é derrubado por F-16 da Turquia no Espaço Aéreo da Armênia
Patriarcado Armênio de Istambul é alvo de carreta azerbaijana
Brasileiros na Armênia pedem apoio a Artsakh
Primeiro-ministro Nikol Pashinyan se dirige ao povo armênio
Icônica catedral de Shushi é bombardeada pelo Azerbaijão duas vezes no mesmo dia
Comunidade de São Paulo protesta por Artsakh em frente ao Consulado Turco
Discurso do Primeiro Ministro Nikol Pashinyan à Nação

ESTE ARTIGO ESTÁ EM CONSTANTE ATUALIZAÇÃO

20/10

Criança em Artsakh. Todos os dias pessoas esperam notícias da paz no abrigo antiaéreo.

De acordo com os dados mais recentes, o inimigo perdeu 5 UAVs, 10 veículos blindados, 1 aeronave, 50 efetivos. https://bit.ly/35jSxDy

Artsrun Hovhannisyan escreveu que a retirada não é uma derrota. https://bit.ly/2T9huMz

A Cruz do Rei Ashot II, o Ferro, que contém as partículas sagradas da Cruz Vivificante de Cristo, foi entregue a Artsakh. https://bit.ly/3o7a3DG

“As atrocidades do Azerbaijão também estão relacionadas ao fato de que as organizações internacionais não visitam Artsakh.” Defensor dos direitos humanos. https://bit.ly/3jgawjp

Todos na Europa sabem que o Azerbaijão desencadeou a guerra. Os ativistas estão satisfeitos com o encontro com o embaixador da UE. https://bit.ly/2Hp3Dz6


Voluntários fazendo redes de camuflagem para os soldados da linha de frente.

Na direção sul, em torno de Ishkhanadzor, batalhas ferozes estão ocorrendo. No norte, o Azerbaijão usa aviação e artilharia. https://bit.ly/31oIQm8

“Devemos acabar com a guerra e voltar à mesa de negociações.” O presidente da República da Armênia, Armen Sargsyan, deu uma entrevista à France24. https://bit.ly/2FJzM3H

Nossos artilheiros realizam façanhas. Os militares serão premiados. https://bit.ly/2TaSCny

O Conselho de Segurança da ONU discutiu a questão do monitoramento do cessar-fogo. https://bit.ly/3o5zN3j

Os cidadãos reuniram-se em frente ao edifício da delegação da UE em Yerevan para apelar à condenação da agressão ao Azerbaijão e à Turquia. https://bit.ly/3o9TfMg

19/10

Participantes de uma manifestação em grande escala em frente ao escritório da ONU na Armênia.

Shushan Stepanyan declarou que a Armênia não visa o oleoduto Baku-Novorossiysk. https://bit.ly/2He0YrZ

Por causa da agressão turco-azerbaijana, 24.000 alunos não vão à escola. https://bit.ly/35ba4ho

Famílias de Artsakh são mantidas em Gegharkunik. https://bit.ly/37hdJgh

Meninas e mulheres voluntárias estão convocando para participar da Guerra Patriótica. https://bit.ly/3m099XJ

Novos nomes de soldados mortos são divulgados. https://bit.ly/3dCOPsF


Protesto de armênios em Paris contra as atrocidades turco-azerbaijanas.

Artsrun Hovhannisyan: “Existem batalhas pesadas e insistentes, especialmente no sul”. https://bit.ly/2T8dmw4

No total, o inimigo perdeu 195 UAVs, 16 helicópteros, 22 aeronaves, 566 veículos blindados, 4 TOS e 6259 soldados. https://bit.ly/37gypF7

Ajuda humanitária dos armênios em Los Angeles chegou à Armênia. https://bit.ly/2HhdPcG

Mulheres manifestantes de Artsakh em Yerevan se reunirão com o chefe do escritório da ONU na Armênia, Shombi Sharp. https://bit.ly/31jPwSL

O rapper e produtor P. Diddy informou seus 17 milhões de seguidores sobre os perigos que os armênios enfrentam. https://bit.ly/3dM9ZEM


Artilheiro armênio no campo de batalha. 19 de outubro é o dia do foguete e das tropas de artilharia.

Nos últimos dias, os UAVs inimigos atacaram as escolas secundárias de Gegharkunik, Sotk e Kut. https://bit.ly/2FLKqHm

Na noite de 19 de outubro, o inimigo atirou nos assentamentos de Martuni, Urekan, Ishkhanadzor, Aygehovit e Vurgavan em Artsakh. https://bit.ly/2HhgfrW

Mulheres de Artsakh protestam em frente ao escritório da ONU na Armênia. https://bit.ly/31mg7yl

“Estamos comprometidos com um acordo exclusivamente pacífico.” Isso é afirmado na mensagem do Ministério de Relações Exteriores da Repíblica da Armênia. https://bit.ly/2HgQZBY

“Esta é uma luta justa para defender o país onde vivemos durante séculos, quando o Azerbaijão ou a Turquia ainda não existiam.” O presidente da República da Armênia deu uma entrevista ao Kommersant. https://bit.ly/2HbF8VP


Protesto de armênios na ponte de Rialto em Veneza.

A situação na fronteira à noite era consistentemente tensa. De manhã, o inimigo disparou nas direções norte e sul. https://bit.ly/2T5kWYz

O primeiro-ministro escreveu sobre as ações necessárias para ter sucesso na guerra. https://bit.ly/35ciLaZ

O representante do Ministério da Defesa apresentou mais um episódio heróico de nossos militares. https://bit.ly/3kewODe

Por ações hábeis na frente militar, uma série de militares receberá medalhas “Pela Coragem”. https://bit.ly/3occ6GP

Ontem, armênios que vivem nos EUA iniciaram um protesto em Newport Beach, por onde o presidente do país passou. Donald Trump fez observação que os armênios são boas pessoas e bons empresários. https://bit.ly/2IJS468

18/10

Uma das ruas de Stepanakert. A vida na cidade continua durante os dias de guerra.

O capitão Roman Adamyan receberá a medalha “Pela Coragem”. Ele destruiu a força de trabalho do inimigo e contribuiu para o sucesso coletivo das unidades. https://bit.ly/31lV1Am

Na linha de frente para defender a Pátria. O Exército de Defesa de Artsakh publicou um novo vídeo da linha de frente. https://bit.ly/354YVhY

O Ministério das Relações Exteriores de Artsakh condenou categoricamente a grave violação do acordo de cessar-fogo humanitário do Azerbaijão. https://bit.ly/3knosJT

Apesar dos difíceis dias de guerra, milho e girassóis são colhidos em Artsakh. https://bit.ly/3nW9HzE

O conselho municipal da cidade italiana de Paderno Dugnano reconheceu unanimemente o genocídio armênio. https://bit.ly/3j3caVq


Armênios do Alasca apoiando a pátria e os soldados.

Baku rejeitou as tentativas de retirar os soldados feridos do campo de batalha por meio da mediação do Comitê Internacional da Cruz Vermelha. https://bit.ly/352stN2

Dispositivos de videovigilância do Exército de Defesa registraram o ataque do inimigo. https://bit.ly/3lYIr1A

No total, foram destruídas 18 escolas, 6 jardins de infância, 4 casas de cultura. https://bit.ly/3dBVtPA

Durante as hostilidades, existe o risco de surtos de doenças infecciosas. https://bit.ly/2T4knht

Vários militares armênios serão premiados por bravura. https://bit.ly/358hRwm


Bandeiras em Yerevan

Na noite de 18 de outubro, o cessar-fogo humanitário foi mantido na linha de contato Artsakh-Azerbaijão, com exceção do período das 00h04 às 02h45 na direção norte e das 02h20 às 02h45 na direção sul quando o inimigo lançou ataques de foguetes e artilharia. https://bit.ly/2H121M5

Pela manhã, as forças armadas do Azerbaijão atacaram na direção sul usando um grande número de UAVs e artilharia e violando o novo cessar-fogo humanitário. Existem vítimas de ambos os lados. 4 tanques inimigos foram eliminados. https://bit.ly/2T8nvsw

No momento, a fronteira está relativamente calma. O inimigo não atirou em assentamentos e infra-estrutura civil. https://bit.ly/2T4bB35

A Armênia continuará a tomar todas as medidas necessárias para impor a paz ao Azerbaijão e estabelecer um cessar-fogo. Isso é afirmado na mensagem do Ministério de Relações Exteriores da República da Armênia. https://bit.ly/3dzcev0

Foram divulgados nomes de militares que morreram ao repelir a agressão azerbaijana. https://bit.ly/3lR6yiK

17/10

Carro explodido em Stepanakert.

Revelado esquema de falsificação de notícias sobre Ganja pelo Azerbaijão. https://bit.ly/35b36J0

O Ministério da Defesa da República da Armênia nega que o Azerbaijão tenha abatido o Su-25 armênio. https://bit.ly/3dBTFpZ

O Azerbaijão está contrabandeando uma grande quantidade de munições e terroristas mercenários para seu território. https://bit.ly/2SZXKeb

De acordo com os últimos dados, mais 5 UAVs, 2 veículos blindados e 1 aeronave inimiga foram eliminados, 150 foram mortos. https://bit.ly/3dBUsHt

Armênios colocaram as fotos dos soldados-heróis mortos em Artsakh em frente à Embaixada da Armênia em Moscou e colocaram flores na frente deles. https://bit.ly/2FHEGhO


Os armênios da diáspora bloquearam a rodovia interestadual Espanha-França.

Na noite de 17 de outubro, a tensão na região permaneceu “relativamente estável”. Ao amanhecer, o Azerbaijão bombardeou assentamentos pacíficos em Artsakh e na capital Stepanakert, mais uma vez violando o cessar-fogo humanitário. https://bit.ly/31fZlkF

Como resultado do ataque com foguetes a Stepanakert, três civis ficaram feridos, apartamentos foram destruídos e um objeto de importância econômica foi danificado. https://bit.ly/3lPWE0I

O Exército de Defesa anunciou os alvos militares legítimos localizados na cidade azerbaijana de Ganja. https://bit.ly/3j87DkD

Vídeo sobre Edgar Markosyan, detentor da medalha Golden Eagle. O herói eliminou 10 tanques inimigos. https://bit.ly/3k6YvxV

Uma resolução condenando a participação da Turquia e os ataques a Artsakh será apresentada na Câmara dos Representantes da Pensilvânia. https://bit.ly/358ZjvQ

16/10

Vidas perdidas, destinos destruídos …
Cada doação é importante. Cada centavo faz diferença.
Junte-se ao Movimento Armênio Global e doe agora.
www.himnadram.org


Uma das lojas danificadas por explosões e projéteis em Stepanakert . Jornalistas internacionais ficam surpresos por não haver risco de furto.

“No caso de Nagorno-Karabakh, a comunidade internacional deve aceitar o princípio da secessão pelo bem da salvação.” Nikol Pashinyan em entrevista ao canal de TV suíço RTS. https://bit.ly/3lWp0GX

Um grupo de cidadãos organizou um protesto no escritório da ONU na Armênia, exigindo que não permaneçam indiferentes aos eventos que acontecem em Artsakh. https://bit.ly/2SWlfEW

Em Hamburgo, os armênios bloquearam a estrada para o porto, condenando a agressão turco-azerbaijana e pedindo o reconhecimento de Artsakh. https://bit.ly/3lTBsXI

Como resultado das ações militares desencadeadas pelo Azerbaijão, 34 civis foram mortos em Artsakh. https://bit.ly/341KuvK

O Reino Unido condenou os ataques a assentamentos civis durante o conflito de Nagorno-Karabakh. https://bit.ly/2FCClog


Armênios de Los Angeles em frente ao consulado turco.

Shushan Stepanyan postou uma mensagem em sua página do Facebook informando que nenhum foguete foi disparado na direção da região de Ordubad, em Nakhichevan; esta é outra mentira da liderança político-militar do Azerbaijão, cujo objetivo é expandir a geografia do conflito. https://bit.ly/37cdSBC

A cidade de Martuni está sendo bombardeada pelo Azerbaijão, que ignora o acordo de cessar-fogo. https://bit.ly/3dyI0Z0

O Ministério da Economia desenvolveu um projeto de lei propondo proibir temporariamente a importação de uma série de produtos de fabricação turca para a Armênia. https://bit.ly/2SZ6u47

Artsrun Hovhannisyan agradeceu a luta ativa na mídia. “Junto com lutas acirradas na linha de frente, batalhas acirradas também acontecem em várias plataformas de mídia que são tão importantes quanto as batalhas de fronteira.” https://bit.ly/3nZt2jp

O ministro grego das Relações Exteriores, Nikos Dendias, disse durante a coletiva de imprensa com Zohrab Mnatsakanyan que a Turquia deve ser condenada por ações, não por declarações. https://bit.ly/2IrBl7l


A Prefeitura de Los Angeles iluminada pelo tricolor armênio.

O Azerbaijão iniciou um intenso ataque de artilharia na direção de Martuni, Mercado Vermelho e Berdashen. Os assentamentos de Togh, Tigranavan, Aygehovit e Aghavno também foram bombardeados. As batalhas continuam. https://bit.ly/356xJPI

De acordo com os últimos dados, o inimigo tem 120 mortos,  6 veículos blindados, 1 UAV e 1 aeronave destruidos. https://bit.ly/2Hek3dd

O Exército de Defesa postou um vídeo sobre a derrota das tropas inimigas. https://bit.ly/3lSa6kV

O conselho municipal da cidade italiana de Milão reconheceu a independência de Artsakh e condenou a agressão da Turquia e do Azerbaijão. https://bit.ly/3kaa9Iw

Armênios bloquearam as estradas interestaduais que conectam os países europeus. https://bit.ly/31dHF99


Armênios europeus fecharam as principais rodovias interestaduais em protestos sem precedentes

Esta manhã, em 16 de outubro, a comunidade europeu-armênia iniciou um protesto de escala sem precedentes, fechando rodovias interestaduais em toda a Europa.

As rodovias da França à Espanha, França à Bélgica, Bélgica à Holanda, França à Suíça, Holanda à Alemanha e de Luxemburgo à Bélgica / França foram todas paralisadas.

Os manifestantes exigem o reconhecimento internacional da independência de Artsakh (Nagorno-Karabakh) e a condenação e cessação da agressão terrorista turco-azerbaijana contra o povo de Artsakh e da Armênia.

Hoje é o 20º dia em que o Azerbaijão e a Turquia lançaram uma guerra em grande escala contra Artsakh e Armênia – destacando mercenários, terroristas, usando equipamento militar proibido contra a população civil, visando instituições culturais, educacionais, médicas e ferindo jornalistas. Os crimes de guerra cometidos pelo Azerbaijão até agora violam grosseiramente os princípios básicos do direito internacional, em particular o direito internacional humanitário consagrado nas Convenções de Genebra de 1949.

15/10

A busca e destruição de bombas e mísseis não detonados em Stepanakert.

As Forças Armadas do Exército de Defesa Artsakh continuam a infligir enormes perdas ao inimigo, incluindo mão de obra. https://bit.ly/3lQ9oEE

Devido à lei marcial, as unidades de centrais telefônicas essenciais foram divididas. https://bit.ly/3j1x8nt

A questão da manutenção da paz em Nagorno-Karabakh é ativamente discutida no CSTO. https://bit.ly/3nRTE63

Artsrun Hovhannisyan declarou que batalhas pesadas e difíceis estão ocorrendo no sul. https://bit.ly/34ZiwjI

“O estilo do Azerbaijão é a profanação dos corpos dos mortos”, disse o defensor dos direitos humanos da Armênia, Arman Tatoyan. https://bit.ly/3iZ93Ok


Armênios do Canadá fazendo um protesto de silêncio em Toronto.

Certas restrições à livre circulação foram introduzidas em Artsakh. https://bit.ly/3o0KHHN

De acordo com os dados mais recentes, o lado do Azerbaijão tem 350 mortos, e perdeu 4 UAVs, 5 veículos blindados e 1 aeronave. https://bit.ly/2SUXeOD

As tropas do inimigo foram eliminadas pelo preciso fogo de artilharia do Exército de Defesa. Vídeo aqui: https://bit.ly/34ZgqjR

O Exército de Defesa publicou as próximas premiações heróicas dos soldados. https://bit.ly/379Suwz

Mais nomes divulgados dos militares que morreram ao repelir a agressão do Azerbaijão. https://bit.ly/2SW1ZY1


Mulheres de Artsakh assando pão tradicional com verduras (zhengyalov hats).

Mediante o decreto do Presidente Artsakh Arayik Harutyunyan, o Ministro da Defesa da República de Artsakh, Comandante do Exército de Defesa Major General, Jalal Harutyunyan, foi conferido o posto militar de Tenente General. https://bit.ly/33ZXEtq

O primeiro-ministro da República da Armênia, Nikol Pashinyan, conferiu postos militares. https://bit.ly/3o0gVmv

Todos nos abrigos antiaéreos aguardam a notícia da vitória. https://bit.ly/2STaBif

Mercenários sírios têm medo de atiradores armênios. Eles disseram à jornalista freelance Lindsey Snell que só tinham visto esses atiradores em filmes. https://bit.ly/2H6IWaZ

O Parlamento austríaco condena unanimemente a intervenção turca em Nagorno-Karabakh e oferece negociações de paz em Viena. https://bit.ly/3lLRrXV

14/10

Discurso do Primeiro Ministro Nikol Pashinyan à Nação

13/10

Representantes da comunidade armênia da Estônia em marcha pela paz em Tallinn em defesa de Nagorno-Karabakh/Artsakh.

Só em Stepanakert, cerca de 673 mísseis, bombas de ataque e bombas de fabricação turca e israelense já foram descobertos. https://bit.ly/3dzfExX

Os guardas da fronteira norte, em espírito de luta, clamam pela vitória. https://bit.ly/3nOlShR

Mais um página falsa de propaganda do Azerbaijão foi descoberta. https://bit.ly/34TiJ7R

Os Estados Unidos pedem um cessar-fogo na zona de conflito de Nagorno-Karabakh. https://bit.ly/3nOuIvY

O Patriarca de Moscou e All Rus Kirill vê a necessidade de preservar o cessar-fogo na linha de contato Artsakh-Azerbaijani. https://bit.ly/3dpAVtv


Guarda na fronteira norte de Artsakh

O Azerbaijão continua bombardeando Artsakh. https://bit.ly/3jUMuLU

O Azerbaijão continua violando o acordo de cessar-fogo e sofre perdas. https://bit.ly/3nMa6Vq

Shushan Stepanyan postou uma mensagem em seu Facebook. “Negamos totalmente a acusação do Ministério da Defesa do Azerbaijão de que a Armênia está atirando na direção da região do Tártaro.” https://bit.ly/2GXkYic

O World Monuments Fund considerou o bombardeio da igreja Ghazanchetsots inaceitável. https://bit.ly/33PrRLw

O CICV espera um cessar-fogo na zona de conflito de Nagorno-Karabakh. https://bit.ly/3j2Hu6R

12/10

Idosos de Artsakh passam o dia em abrigos antiaéreos.

A Força Aérea do Azerbaijão opera caças Su-25 ao longo da fronteira com o apoio aéreo dos caças F-16 da Força Aérea da Turquia. Unidades de Defesa Aérea do Exército de Defesa de Artsakh derrubaram um avião de ataque Su-25 na direção nordeste. https://bit.ly/2GFZqqL

As forças de defesa aérea do Exército de Defesa eliminaram um veículo aéreo não tripulado de combate inimigo do tipo AN-2 na direção leste. https://bit.ly/34NgP8S

“A situação continua desfavorável. A questão de salvar a pátria está na mesa”, disse o presidente da Artsakh, Arayik Harutyunyan. https://bit.ly/34SkzWw

Outra gravação provando que mercenários sírios estão lutando no exército do Azerbaijão apareceu na Internet. https://bit.ly/3iQwj0R

“O Azerbaijão não está cumprindo seus compromissos de cessar-fogo acordados em Moscou”, afirmou o Ministro das Relações Exteriores da Armênia em uma reunião com o Ministro das Relações Exteriores da Rússia. https://bit.ly/2SNAwb2


Armênios de Los Angeles em protesto em larga escala em frente ao consulado turco.

Na noite de 12 de outubro, a situação na zona do conflito Artsakh-Azerbaijão era estável e tensa. Pela manhã, o inimigo retomou o bombardeio de artilharia. https://bit.ly/3diOZ8g

As ações do lado do Azerbaijão são reprimidas por unidades do Exército de Defesa. De acordo com os últimos dados, o inimigo teve 200 mortos, 3 veículos blindados e 3 UAVs foram destruídos. https://bit.ly/34RIsOd

Especialmente as operações militares em grande escala ocorreram em torno de Hadrut. O inimigo está tentando invadir a cidade, concentrando grandes forças nesta direção. https://bit.ly/30UEwe4

O Azerbaijão está espalhando boatos falsos de que seu bombardeio de artilharia causou graves perdas às unidades do Exército de Defesa que se retiravam para o Mercado Vermelho. https://bit.ly/3jPyH9i

Durante o “Somos as nossas fronteiras. Todos pela Artsakh ”, arrecadação de fundos organizada pelo Hayastan All-Armenian Fund, mais de $ 100 milhões de dólares foram arrecadados. https://bit.ly/3iy47zC

10/10

Residentes de Hadrut. Hoje a cidade foi bombardeada, mas os moradores não vão sair de suas casas.

Antes do cessar-fogo humanitário, o lado azerbaijano fez uma tentativa de sabotagem na direção de Hadrut. https://bit.ly/3dhgvD8

O presidente da República de Artsakh, Arayik Harutyunyan, afirmou que a situação em Hadrut está atualmente sob o controle do Exército de Defesa. https://bit.ly/36YnW0G

O Ministério das Relações Exteriores de Artsakh condenou categoricamente a violação do cessar-fogo humanitário pelo Azerbaijão. https://bit.ly/2SHl28z

Durante a conversa telefônica entre os presidentes da Rússia e do Irã, o presidente iraniano apoiou o acordo de cessar-fogo em Nagorno-Karabakh. https://bit.ly/34FXwyk

“Todos os canais diplomáticos” utilizados para dar vida ao acordo de cessar-fogo. https://bit.ly/3deWTzv


Representantes da comunidade armênia da República Tcheca realizando um protesto em apoio a Artsakh na Praça de Praga.

As unidades do Exército de Defesa interromperam os ataques inimigos no sul. Ao mesmo tempo, as forças armadas do Azerbaijão estão bombardeando a cidade de Hadrut. https://bit.ly/36Ps1ED

O inimigo atacou com UAVs de combate na direção da aldeia Artsvanik em Artsakh e da aldeia Yeritsvank de Kapan. Existe 1 vítima. https://bit.ly/36SqGwW

No final das negociações, o Ministro das Relações Exteriores da República da Armênia observou em uma entrevista que: “A situação na região continua bastante frágil, é necessário alcançar um cessar-fogo e superar este sério desafio.” https://bit.ly/2GAic2J

Foi criada uma comissão de trabalho que responde prontamente às perguntas relacionadas aos militares que participam das hostilidades. https://bit.ly/3jRNoc0

O Artsakh Defense Army divulgou os nomes de 28 militares que morreram ao repelir os ataques do Azerbaijão. https://bit.ly/33In7r0


A comunidade armênia da Suíça expressa seu apoio ao Artsakh.

09/10

Protesto organizado pela comunidade armênia em Marselha.

Stepanakert é atacada novamente. https://bit.ly/33Jp6LR

O inimigo continua sofrendo perdas. https://bit.ly/3nAMqmT

Sinais de ataque aéreo e bombardeios contra a cidade não impedem o Serviço de Emergência Estadual de Artsakh de continuar a fornecer alimentos e suprimentos para os abrigos. https://bit.ly/2GRAL1Q

Artsakh nega a alegação de Aliyev sobre as forças azeris que capturaram Hadrut. https://bit.ly/3iFQ6zP

O projeto russo Wargonzo publicou uma foto de Hadrut. https://bit.ly/3nwRd8I


Os combates continuam intensamente em todas as direções da linha de frente. O inimigo sofre pesadas baixas no campo de batalha. https://bit.ly/3lr4eik

O Ministério das Relações Exteriores da NKR considerou cínicas as declarações do Presidente do Azerbaijão de que o reinício das hostilidades não significa abandonar o processo de negociação. https://bit.ly/34Gju4c

“O povo de Nagorno-Karabakh está à beira de uma catástrofe humanitária.” – Primeiro-ministro da República da Armênia. https://bit.ly/3ddvZYX

O Ministério da Defesa da Republica da Armênia negou as declarações do Azerbaijão sobre intensos ataques das forças armadas armênias em Mingechaur e Aghjabad. https://bit.ly/3nuVQjz

Por iniciativa do Kremlin, uma reunião dos chanceleres da Armênia, Azerbaijão e Rússia aconteceu em Moscou. https://bit.ly/3iLqkKw


De manhã, Stepanakert foi novamente atacada. https://bit.ly/36LKkud

As unidades do Exército de Defesa continuam eliminando o inimigo na zona de combate. https://bit.ly/30KYd8o

Novos nomes dos militares mortos foram divulgados. https://bit.ly/2SyEMLm

As negociações entre Yerevan e Baku serão realizadas em Moscou, onde se reunirão os chanceleres dos dois países. https://bit.ly/3damPwd

“Haypost” vai pagar pensões e benefícios de outubro aos residentes de Artsakh na Armênia. https://bit.ly/34DI3if

08/10

A comunidade armênia na Hungria. Os manifestantes saíram às ruas para apoiar Artsakh e Armênia.

As forças armadas do Azerbaijão visaram novamente a capital de Artsakh, Stepanakert, e a Catedral do Santo Salvador (Ghazanchecoc) em Shushi. Também há baixas entre jornalistas russos. https://bit.ly/30KElSx

Artsrun Hovhannisyan observou que as hostilidades durante as quais o inimigo está ativamente espalhando desinformação continuam. https://bit.ly/2I6o8Rf

Desinformação foi espalhada na mídia estrangeira e armênia de que as partes em conflito haviam chegado a um acordo para cessar fogo. https://bit.ly/2SABIhF

O conselho da cidade de Genebra condenou o ataque das forças armadas do Azerbaijão à Armênia e a Artsakh. O Conselho reconheceu o direito dos armênios de Nagorno-Karabakh à autodeterminação como a única garantia de sua segurança. https://bit.ly/3iIFQaf

O Ministro das Relações Exteriores da França observou que o iniciador do conflito em Nagorno-Karabakh é o Azerbaijão. https://bit.ly/36Kbm5m


1. “O inimigo está constantemente tentando atacar, mas sem sucesso”, escreveu Shushan Stepanyan em sua página no Facebook. https://bit.ly/2GKJweb
2. O teatro de fantoches acolheu crianças que abandonaram temporariamente as suas casas. https://bit.ly/2I8AVmm
3. Zinuzh Media publicou um vídeo sobre o recrutamento de mercenários na Síria. https://bit.ly/2GKD9aL
4. O Ministério de Situações de Emergência informa que estão sendo realizados trabalhos de reparação e trabalhos técnicos das torres de alarme em diferentes comunidades. Não há motivo para se preocupar. https://bit.ly/34BXtmX
5. Courtney Kardashian e Angela Sarafyan exortaram seus milhões de seguidores a condenar o Azerbaijão, a Turquia e a apoiar a Armênia. https://bit.ly/33Dm0ZF


Criança participando da manifestação em Toronto.

1. O NSS prendeu um residente de Stepanakert, que espalhou rumores na linha de frente de que se tratava de uma guerra arranjada e seu desfecho estava predeterminado. https://bit.ly/3d7lAh6

2. “À noite, a situação na zona do conflito Artsakh-Azerbaijão era tensa de forma estável”, escreveu Artsrun Hovhannisyan. https://bit.ly/2I9s0RF

3. As unidades armênias eliminaram quatro unidades D-30 do inimigo, juntamente com o pessoal e a munição, impedindo-os de assumir posições de tiro. https://bit.ly/30M1cxj

4. No total, o inimigo tem 4069 baixas. As unidades armênias eliminaram 145 UAVs inimigos, 16 helicópteros, 17 aeronaves, 496 veículos blindados, 4 TOS-1. https://bit.ly/2SyEMLm

5. Novos nomes dos militares mortos são divulgados. https://bit.ly/33Fo8jD


Armênios de Portugal protestam em apoio a Artsakh contra a agressão azerbaijana-turca.

07/10

Armênio da Polônia em protesto.

1. Dezenas de edifícios residenciais, casas e outras infraestruturas civis danificadas na cidade de Stepanakert. https://bit.ly/34sW3ew

2. “A guerra desencadeada pelo Azerbaijão contra Artsakh não foi uma surpresa, mas a participação de militantes de organizações terroristas trazidas pelo Azerbaijão foi inesperada” – Nikol Pashinyan. https://bit.ly/2FeALZC

3. A eliminação das tropas inimigas continua. O Exército de Defesa divulgou um vídeo. https://bit.ly/30JPWkV

4. O Serviço de Segurança Nacional da República da Armênia, mais uma vez, apela para que não entrem em contato com o pessoal militar na linha de frente. https://bit.ly/3npoe6I

5. Outra página falsa liderada pelo Azerbaijão foi revelada. https://bit.ly/36CLGaJ


Manifestantes reuniram-se hoje em frente ao edifício do Parlamento Europeu em Bruxelas, apelando à União Europeia para que preste atenção à agressão do Azerbaijão e da Turquia contra Artsakh.

1. Foi publicado um vídeo da destruição de outro grande estoque de derivados de petróleo do exército do Azerbaijão. Junto com o depósito, as forças de um batalhão de rifle motorizado, um batalhão de artilharia e um destacamento para fins especiais explodiram. https://bit.ly/2FbMTuk

2. O presidente russo, Vladimir Putin, disse que a Rússia sempre cumpriu, está cumprindo e cumprirá todas as obrigações que assumiu para a Armênia no âmbito do CSTO. https://bit.ly/3ntwiDk

3. O secretário de imprensa do presidente de Artsakh, Vahram Poghosyan, afirmou que as tropas inimigas quase dissolvidas perderam o controle da situação e estão atirando umas nas outras devido ao pânico. https://bit.ly/30GYqJM

4. Um aumento acentuado no número de pessoas infectadas com coronavírus recentemente pode criar sérios problemas para o sistema de saúde armênio. O vice-primeiro-ministro Tigran Avinyan instou a respeitar todas as regras sanitárias e epidemiológicas e, assim, apoiar os soldados. https://bit.ly/36EGHX5

5. As doações para o Hayastan All-Armenian Fund em apoio ao Artsakh logo ultrapassarão US$ 80 milhões. https://bit.ly/3iy47zC


Na foto, voluntários indo para linha de frente para ficar lado a lado com os soldados armênios.

1. Na noite de 7 de outubro, o inimigo tentou avançar e fortalecer suas posições na direção sudeste (até Jebrail), porém, as Forças Armadas da República da Armênia eliminaram as unidades azerbaijanas com ataques de mísseis. O inimigo deixou no campo de batalha 60 mortos e 22 veículos blindados destruídos, bem como várias dezenas de veículos blindados em funcionamento. bit.ly/33zDzK7

2. O Ministério da Defesa da República da Armênia publicou um vídeo do depósito de combustível atingido na direção sudeste. bit.ly2HXGT9q

3. Unidades azerbaijanas estão se reunindo em grandes grupos ao longo da fronteira Artsakh-Irã (ao longo do rio Araks). Eles estão tentando avançar para provocar o lado Artsakh a atacar em direção à fronteira iraniana. É possível que eles recuem ou fujam para o território iraniano sem alternativa. bit.ly/30GdAyV

4. As forças especiais do Exército de Defesa e a ONG do Movimento Voluntário organizaram um contra-ataque na direção norte e retornaram a colina chamada Varangatagh (Lulasaz) ao nosso controle. bit.ly/36Jg8zV

5. “E vamos lutar até a vitória final. No entanto, este não é apenas o problema de Artsakh e da Armênia ”. O presidente da Artsakh, Arayik Harutyunyan, pediu aos países que formassem uma nova coalizão anti-terrorista. bit.ly/3nAkCPw


Os representantes da comunidade armênia na Bélgica começaram a organizar a ajuda humanitária desde os primeiros dias da escalada.

06/10

Manifestantes da comunidade armênia na Espanha expressando seu apoio a Artsakh e Armênia.

O Exército de Defesa inflige novas perdas em formações terroristas inimigas em todas as direções. https://bit.ly/3nggioe

Mais nomes de militares mortos foram divulgados. https://bit.ly/2F6378j

O chefe do Serviço de Inteligência Externa da Rússia (FIS), Sergei Naryshkin, disse hoje que organizações terroristas estão sendo enviadas para a zona do conflito de Nagorno-Karabakh. Ele falou em centenas e até milhares de radicais. https://bit.ly/3llhGEy

O presidente do Comitê Nacional Armênio da América (ANCA), Raffi Hamparian, enviou uma carta ao Embaixador de Israel nos Estados Unidos, Ron Dermer, na qual pedia para Israel suspender as vendas de armas ao Azerbaijão. https://bit.ly/3d2sTqt

De 5 a 6 mil armênios apoiaram Artsakh no estádio de Akhalkalaki. https://bit.ly/3ld7xJG


Ministra da Educação, Ciência e Cultura de Artsakh, Lusine Gharakhanyan, costurando lençóis para os soldados.

A noite na linha de frente foi pacifica após os co-presidentes do Grupo de Minsk da OSCE pedirem um cessar-fogo imediato. https://bit.ly/2FavodW

Arsen Torosyan afirmou que em quase 100% dos casos, militares ficaram feridos devido à explosão de granadas, e não de armas de fogo, porque, de fato, se trata de uma guerra de aeronaves, artilharia e UAV. https://bit.ly/3ix0VUR

O Ministro da Saúde observou que às vezes ambulâncias não chegam aos cidadãos necessitados devido ao bombardeio constante do adversário. https://bit.ly/3lfLjqD

Em uma entrevista à RIA Novosti, o presidente sírio Bashar al-Assad disse que não há dúvida de que Ancara está usando terroristas em Karabakh. https://bit.ly/3njefQh

O Dailymail reporta que as forças armadas do Azerbaijão estão usando bombas proibidas contra os armênios. https://bit.ly/3nlaObV


05/10

Declaração da Assembleia Nacional da República de Artsakh sobre a necessidade de reconhecimento internacional da República de Artsakh

Considerando que, em 27 de setembro de 2020, as forças armadas do Azerbaijão, em flagrante violação da Carta das Nações Unidas, lançaram um ataque armado contra a República de Artsakh ao longo de toda a fronteira entre a República de Artsakh e o Azerbaijão;

Enfatizando o envolvimento direto da Turquia na agressão militar contra a República de Artsakh, e seu comando e controle de fato das operações militares;

Expressando profunda preocupação com o envolvimento de combatentes de organizações terroristas da Turquia e do Azerbaijão na agressão contra a República de Artsakh;

Considerando que a agressão contra a República de Artsakh está em curso com intensidade crescente e é acompanhada por graves violações das leis e costumes aplicáveis ​​em conflitos armados, incluindo o uso de armas indiscriminadas com grande poder de fogo contra cidades e vilas, incluindo a capital Stepanakert, como resultado do qual há muitas vítimas civis;

Saudando as etapas dos países copresidentes do Grupo de Minsk da OSCE – a Federação Russa, os Estados Unidos da América e a República Francesa, bem como da comunidade internacional que visa restaurar a paz na região, e ao mesmo tempo lamentando que, devido à posição destrutiva da Turquia e do Azerbaijão, essas medidas não tenham levado a resultados práticos;

Enfatizando que esta última agressão do Azerbaijão contra a República de Artsakh deve ser vista no contexto de ataques generalizados e sistemáticos à população civil, empreendidos pelo lado do Azerbaijão em tempo de guerra e paz desde o início do Movimento de Libertação Nacional de Artsakh em 1988 até hoje;

Reconhecendo que as contínuas violações dos direitos fundamentais dos cidadãos da República de Artsakh e o impedimento do exercício dos seus direitos inalienáveis ​​constituem um crime contra a humanidade;

A Assembleia Nacional da República de Artsakh condena veementemente a agressão militar da Turquia e do Azerbaijão em aliança com organizações terroristas internacionais e exorta os parlamentos de todo o mundo a reconhecerem a independência da República de Artsakh como a forma mais eficaz de pôr fim ao crimes graves em curso contra a população pacífica de Artsakh e para proteger os seus direitos.


Na foto, um dos jardins de infância atacados em Stepanakert. O adversário visa constantemente a infraestrutura civil.

Mais nomes de militares mortos foram divulgados. bit.ly/2HQX08I

O Azerbaijão continua atacando a infraestrutura civil em Stepanakert. Eles nem mesmo ignoram escolas e jardins de infância. https://bit.ly/30C0d2x

Se até US$ 5 milhões forem transferidos para a arrecadação de fundos nacional, a AGBU dobrará a quantia. https://bit.ly/3nkBwBy

Após ataques de foguetes a instalações militares inimigas, centenas de milhares de pessoas de diferentes cidades do Azerbaijão fogem para outros assentamentos da retaguarda e Baku em pânico. https://bit.ly/2GGepjL

O Exército de Defesa da República de Artsakh publicou outro vídeo da linha de frente. https://bit.ly/3lhzWye


O inimigo retomou a ofensiva na direção sul da linha de contato em Artsakh. As cidades de Stepanakert e Shushi estão sendo bombardeadas novamente. Existem batalhas ferozes. bit.ly/3ledpCK

A mensagem sobre os ataques do território da República da Armênia em direção ao inimigo é falsa. bit.ly/3jA51x0

A mídia de Zinuzh publicou imagens exclusivas da linha de frente. bit.ly/3jxPcXA

A comunidade armênia dos EUA organizou um protesto em frente ao prédio da CNN, uma vez que não cobre os protestos em grande escala de armênios nos Estados Unidos de forma alguma. bit.ly/2GCD1Kw

“A Turquia deve sair da guerra.” O prefeito de Los Angeles apelou às autoridades americanas. bit.ly/3ncNzRn


04/10

O Azerbaijão continua atacando a população civil de Stepanakert. bit.ly/36x3Zhs

O Ministro da Defesa da República da Armênia, David Tonoyan, observou que as declarações da liderança político-militar do Azerbaijão sobre os ataques com mísseis contra os assentamentos do Azerbaijão no território da República da Armênia são falsas. bit.ly/2F2fBha

Arayik Harutyunyan ordenou que cessassem os disparos à Ganja para evitar vítimas inocentes. bit.ly/3jvrCe3

O assessor do presidente do Azerbaijão Hikmet Hajiyev confirmou acidentalmente a participação direta da Turquia na guerra desencadeada pelo Azerbaijão contra Artsakh. bit.ly/2Goc7WT

O Ministro da Defesa David Tonoyan alerta que se a liderança político-militar do Azerbaijão continuar as operações militares em direção aos assentamentos de Artsakh, o Azerbaijão enfrentará terríveis consequências. bit.ly/3cZaLO1


O Azerbaijão continua a atacar com armas proibidas na direção de Stepanakert e de outros assentamentos pacíficos de Artsakh. Existem destruições e baixas entre os civis. bit.ly/3cYDrXF

O Exército de Defesa atacou o aeroporto de Ganja de onde o aviões militares realizaram operações agressivas no território de Artsakh e Armênia. Nenhum disparo do território da República da Armênia na direção do Azerbaijão. bit.ly/2SthSos

Por volta das 12 horas, na direção sul, unidades do Exército de Defesa atingiram 3 aeronaves e 2 tanques inimigos. bit.ly/3ivtmT2

“Nossa vitória é inevitável, já que nossos defensores mostram a excepcional força coletiva e resiliência do povo armênio.” O presidente da Artsakh, Arayik Harutyunyan, voltou da linha de frente. bit.ly/34qzPKb

“Os ataques deliberados do Azerbaijão à população civil e à infraestrutura civil de Artsakh são uma violação grosseira do Direito Internacional Humanitário.” Declaração do Ministério de Relações Exteriores da República da Armênia. bit.ly/3l9Ou


03/10

 

Declaração do Ministério das Relações Exteriores da República de Artsakh sobre a urgência de reconhecer a independência da República de Artsakh.

Desde 27 de setembro as Forças Armadas do Azerbaijão, com o apoio de organizações terroristas da Turquia e do Oriente Médio, desencadearam um guerra agressiva contra a República de Artsakh.

O ataque armado em grande escala do Azerbaijão na República de Artsakh é acompanhado por graves violações das normas do direito internacional humanitário, bem como das leis e costumes aplicados durante os conflitos armados. Em particular, os grupos armados do Azerbaijão e da Turquia bombardearam deliberadamente as cidades, vilas e objetos civis de Artsakh, a fim de intimidar e destruir a população civil.

Como resultado de suas ações criminosas, existem muitas vítimas entre a população civil. Saudamos os esforços dos Co-Presidentes do Grupo de Minsk da OSCE e da comunidade internacional em geral para encerrar imediatamente a agressão militar do Azerbaijão e reduzir as tensões. Ao mesmo tempo, notamos que todas as demandas e apelos da comunidade internacional são arrogantemente rejeitados pela tríplice aliança da Turquia, Azerbaijão e organizações terroristas.

Apelamos à comunidade internacional para reconhecer a independência da República de Artsakh, a fim de garantir o direito de viver e um desenvolvimento pacífico para os cidadãos de Artsakh. Na situação atual, o reconhecimento internacional de Artsakh é o único mecanismo funcional para restaurar a paz e a segurança na região.


Nossa pátria está em perigo, os turcos querem eliminar o povo armênio. Este é um momento decisivo, pois esta não é uma guerra comum, é uma questão de vida ou morte. No momento, somos todos soldados, faça uma doação em www.himnadram.org/en


02/10

Por volta das 16h (horário de Yerevan), 5 aviões inimigos e 3 helicópteros foram abatidos por ataques certeiros do Exército de Defesa Artsakh. bit.ly/3ivgfl6

O representante do Ministério da Defesa observou que mísseis balísticos foram disparados contra alvos civis; provavelmente, mísseis LORA também foram disparados. bit.ly/2HUfndb

O representante dos direitos humanos de Artsakh condenou o ataque do Azerbaijão ao Edifício do Serviço de Emergência do Estado. bit.ly/2GxXM9T

O primeiro-ministro Nikol Pashinyan em entrevista ao jornal canadense The Globe and Mail observou que o país está na “linha de frente da civilização”. Os países que se aliaram à Turquia por meio da OTAN, como o Canadá, agora precisam escolher de que lado ficarão. bit.ly/33lMDSE

Um parlamentar iraniano pediu ao Ministério das Relações Exteriores iraniano que empreendesse ações sérias para prevenir a instabilidade na região. bit.ly/2HS611t


O lado do Azerbaijão ataca Stepanakert, capital de Artsakh. As vítimas são muitas, infraestruturas civis foram destruídas. bit.ly/2EWI4VE

As forças de defesa aérea da Armênia abateram uma aeronave inimiga na direção sudeste de Artsakh às 12h15; às 12: 07-12: 10, 2 UAVs foram atingidos na direção norte. bit.ly/2GtF0kg

A notícia de um tiroteio entre soldados armênios é falsa. bit.ly/3inQgfd

O oficial azerbaijano morto tinha uma estação de rádio Tadir de fabricação israelense. Como resultado da descriptografia, descobriu-se que as ordens para os grupos eram dadas principalmente em árabe. bit.ly/3kYESYW

O inimigo usou munição proibida pelo direito internacional humanitário. bit.ly/30tl5cb

O presidente da Artsakh, Arayik Harutyunyan, decidiu limitar os direitos de gestão da “Karabakh Telecom” durante a lei marcial, transferindo-os para o Ministério da Economia e Infraestrutura Industrial. Os serviços serão gratuitos. bit.ly/33mJbr3

“A desmilitarização de Nagorno-Karabakh levará ao genocídio.” O primeiro-ministro Nikol Pashinyan deu uma entrevista ao jornal francês Le Figaro. bit.ly/3n8zfct

“Esta agressão contra Artsakh deve ser interrompida imediatamente.” O Ministério dos Negócios Estrangeiros da República da Armênia emitiu uma declaração sobre o apelo conjunto dos líderes dos países co-presidentes do Grupo de Minsk da OSCE. bit.ly/2Sl4C5A

“A França deve exigir uma explicação da Turquia.” O presidente Emanuel Macron vai discutir a questão do transporte de militantes sírios para o Azerbaijão com o presidente da Turquia. bit.ly/3cSPCVG

Talysh, que mora na cidade de Lankaran, boicota a ordem do presidente do Azerbaijão Ilham Aliyev de alistamento militar. bit.ly/3jp0Gwq


De acordo com a inteligência da defesa aérea da Armênia, na noite de 2 de outubro, às 00h15, as Forças Armadas da República da Armênia atacaram 4 UAVs de reconhecimento, um dos quais foi abatido na região de Kotayk, os outros três na região de Gegharkunik. bit.ly/2Gy3Nn1

As batalhas na fronteira de Artsakh continuam. Em 2 de outubro, por volta das 7h55, unidades de defesa aérea armênias abateram uma aeronave inimiga e um UAV na direção nordeste de Artsakh. bit.ly/3cOnF1o

No total, o inimigo perdeu 39 veículos blindados, 4 aeronaves Su-25, 3 helicópteros Mi-24, 17 UAVs e cerca de 830 soldados. A divisão de artilharia inimiga também foi eliminada. bit.ly/2EQfe9c

Como resultado das ações do inimigo na linha de contato entre Artsakh e o Azerbaijão, mais 54 soldados armênios do Exército de Defesa foram mortos. bit.ly/2G9WiDi

No centro de comando do Exército de Defesa, o lendário comandante de “Yeghnikner” Karen Jalavyan recebeu o título de “Herói de Artsakh”. bit.ly/34hEQ7B


01/10

O adversário atirou na rodovia Vardenis-Sotk. https://bit.ly/2GkZbAJ

“Pare as hostilidades imediatamente!” Os líderes da Rússia, Estados Unidos e França pediram o fim das hostilidades. https://bit.ly/36rRMdR

O presidente turco respondeu ao apelo de Putin, Trump e Macron afirmando que a Armênia deve deixar os territórios ocupados.

O primeiro-ministro da Armênia, Nikol Pashinyan, declarou: “A tarefa do lado armênio é se defender porque o Azerbaijão lançou um ataque na direção de Nagorno-Karabakh.” https://bit.ly/3n7Qlau

Emanuel Macron disse ter provas sobre a participação de islâmicos sírios da Turquia nas hostilidades em Nagorno-Karabakh. https://bit.ly/3ikEAKa


Neste 1° de outubro, na parte sul da fronteira Artsakh-Azerbaijão, no território de Lele Tepe, unidades do Exército de Defesa abateram um helicóptero de combate inimigo que caiu no Irã. https://bit.ly/3n6h3QC

O presidente francês Emanuel Macron e o presidente russo Vladimir Putin discutiram a situação em Nagorno-Karabakh. https://bit.ly/34c1kXD

O primeiro-ministro Nikol Pashinyan postou em sua página que a diplomacia armênia registrou uma grande vitória. A comunidade internacional registrou claramente que o aliança Azerbaijana-Turca está lutando contra Artsakh e a Armênia com a ajuda de terroristas mercenários.

Seringas foram encontradas nos bolsos de cadáveres do Azerbaijão em Artsakh. https://bit.ly/30nKlk0

O Exército de Defesa destruiu um dos drones do Azerbaijão em Askeran, cujo alvo era um assentamento pacífico. https://bit.ly/30kWE0I

O Azerbaijão retomou o bombardeio de civis em Artsakh. Hadrut foi alvejado pela artilharia. https://bit.ly/2GnA0gU

As unidades de defesa aérea do Exército de Defesa atingiram mais 4 aeronaves inimigas e 2 helicópteros. https://bit.ly/3jxFvsh

Como resultado do bombardeio em Martuni, o cinegrafista da TV armênia Aram Grigoryan, vice-editor-chefe da empresa russa de TV Dozhd, jornalista do site de notícias 24News e jornalistas do Le Monde ficaram feridos.

O Kremlin anunciou que qualquer declaração sobre a possível assistência militar a uma das partes do conflito de Nagorno-Karabakh é uma provocação com o objetivo de escalar. O anúncio foi feito pelo presidente do Kremlin, Dmitry Peskov. https://bit.ly/30nFlvH

Os presidentes da Rússia, dos Estados Unidos e da França preparam um comunicado sobre a situação em Nagorno-Karabakh. Os países expressaram profunda preocupação com a situação. https://bit.ly/2HHk8GB


Declarações do representante do Ministério da Defesa da República da Armênia, Artsrun Hovhannisyan:
Na noite de 1 de outubro, nenhuma batalha ocorreu na linha de contato Artsakh-Azerbaijão, mas pela manhã elas recomeçaram.

Todas as tentativas ofensivas do adversário, independentemente de seu tamanho e tática, falharam. As forças armadas armênias fizeram o inimigo se retirar, causando danos.

O lado do Azerbaijão tem 350-360 vítimas, 600 feridos, 3 helicópteros danificados, e perdeu 1 estação “Smerch”, 6 ATS e 15 tipos de veículos blindados.

Em 1º de outubro, um helicóptero de combate inimigo caiu no Irã.
O Exército de Defesa pediu desculpas ao Irã.

Não se descarta a possibilidade da ocupação de novos territórios pelo Exército de Defesa. O exército, sendo totalmente eficiente, parando o inimigo, nem sempre conduz apenas batalhas defensivas.


30/9

Esta guerra está sendo travada pela Turquia. Dia 4

A República do Azerbaijão entregou o comando aéreo das operações ofensivas contra a República de Artsakh às Forças Aéreas Turcas.

A partir das 10h de hoje, dois caças F-16 das Forças Aéreas Turcas voando de Kurdamir, bem como as aeronaves SU-25 da Força Aérea do Azerbaijão e drones de reconhecimento e vigilância Bayraktar realizaram ataques de bombardeio e mísseis em grandes altitudes na direção de assentamentos das regiões de Hadrut e Martuni da República de Artsakh.

A força aérea está sendo operada sob o comando e controle remoto da estação aérea turca E7-T C2 da área de Erzurum-Kars. O comando e a liderança das Forças Aéreas Turcas provavelmente estão no conselho.

Além disso, a estação turca UAV C2 está localizada a uma distância da fronteira com a região de Hadrut, que controla diretamente o fogo de aviões de ataque do Azerbaijão. As informações acima mencionadas estão sendo monitoradas e observadas diretamente pelo C2 do comando conjunto de defesa aérea e aviação.

O avião de guerra inimigo bombardeou recentemente a cidade de Martakert, matando três civis e ferindo vários outros. Vahram Poghosyan, porta-voz do Presidente do Artsakh (Nagorno-Karabakh), escreveu sobre o assunto em sua página no Facebook.

“Baku está atacando abertamente a população civil, violando todas as normas do direito internacional”, disse. A força aérea inimiga opera a uma distância isolada da zona de defesa e ajuda.

Mísseis de longo alcance ar-superfície estão sendo usados.

As subdivisões do Exército de Defesa Artsakh estão realizando ações de contra-retaliação punitivas em áreas específicas. Um grande número de equipamentos militares foi destruído, incluindo o sistema pesado lança-chamas TOS-1A.

Neste momento, a luta intensa continua ao longo de toda a linha de batalha. O Exército de Defesa tem realizações notáveis ​​em várias direções. As perdas de mão de obra e equipamento militar do inimigo estão aumentando.


O Azerbaijão entregou o controle das operações militares aéreas à Turquia. As operações dos caças F-16 turcos e dos bombardeiros Su-25 do Azerbaijão são controladas a partir de um campo de aviação turco.

A partir das 10:00 da manhã, ataques aéreos foram lançados contra as Forças Armadas de Artsakh, civis em Hadrut e Martuni.

Como resultado de ataques malsucedidos, o inimigo sofreu 130 baixas e 200 feridos.

As Forças Armadas da República da Armênia atingiram 29 tanques e veículos blindados, 3 sistemas de artilharia pesada, 1 sistema de foguetes de lançamento múltiplo “Smerch”, 11 UAVs.

No momento, a luta continua com intensidade variável e em diferentes direções

A conferência de imprensa do representante do Ministério da Defesa da Armênia, Artsrun Hovhannisyan

 


Declarações recentes do secretário de imprensa do presidente Artsakh:

“Só no início o Azerbaijão conseguiu avançar por várias horas. Depois disso, o exército armênio foi capaz de suprimir a agressão do exército do Azerbaijão.”

“O Exército de Defesa não exclui a possibilidade de avançar além dos territórios ocupados.”

“Qualificamos essas ações como um crime internacional organizado pelo Azerbaijão.”

“O Azerbaijão não apenas ataca os assentamentos armênios, mas também coloca munições e armas em seus próprios assentamentos. Não está excluído que a pacífica população do Azerbaijão também sofrerá. Isso é condenado em todas as plataformas internacionais.”

“Os problemas surgem apenas quando esses territórios estão sob fogo inimigo, mas esses problemas são resolvidos de forma rápida e eficiente.”


29/9

Nikol Pashinyan conversou por telefone com o presidente russo, Vladimir Putin, sobre o desenvolvimento da situação após a agressão militar do Azerbaijão. bit.ly/3cIVLnG

O Exército de Defesa continua a neutralização das tropas e equipamento militar do exército do Azerbaijão. bit.ly/3jhXHpE

Em uma reunião com defensores da liberdade, o presidente da Artsakh, Arayik Harutyunyan, observou: “Não vamos pedir um cessar-fogo, vamos forçá-lo”. bit.ly/3kYe3Ed

“É assim que vamos vencer.” O representante do Ministério da Defesa Artsrun Hovhannisyan declarou que a façanha do capitão no posto “Leopard-1” deveria ser incluída nos livros de história da Armênia. bit.ly/347Urqu


O inimigo perdeu mais 12 tanques em 3 horas, o número de outras perdas está sendo contabilizado. bit.ly/3iaj6zH

O porta-voz do Ministério da Defesa, Artsrun Hovhannisyan, declarou que a Turquia está mostrando uma agressão direta contra a Armênia. bit.ly/36fMfHe

Combates intensos continuam em toda a frente Artsakh. bit.ly/3iaOaz7

Um veículo aéreo não tripulado do Azerbaijão Orbiter 1K foi abatido. bit.ly/36u0MiT

O Ministro das Relações Exteriores da República da Armênia, Zohrab Mnatsakanyan, apresentou a agressão em larga escala do Azerbaijão contra Artsakh ao Secretário Geral da ONU, Antonio Guterres. bit.ly/2SbfC5b


Enfrentamentos de várias intensidades continuam na linha de contato Artsakh-Azerbaijão, acompanhadas pelos preparativos da artilharia do lado azerbaijano․ A partir deste momento as divisões armênias têm repelido os ataques das forças armadas do Azerbaijão em várias direções da linha de contato, e tomaram contra-medidas em diferentes áreas, causando enormes perdas ao adversário tanto em homens como no equipamento militar. Em particular, no início da manhã, um grupo de equipamentos blindados de ataque do adversário foi destruído․

O lado do Azerbaijão está tentando atacar usando artilharia, UAVs e forças blindadas. As unidades do Exército de Defesa param com sucesso os ataques do inimigo, causando-lhes perdas significativas de homens e veículos blindados. De acordo com os dados atualizados, como resultado das ações dos caças armênios, o inimigo perdeu 11 UAVs, incluindo UAVs de ataque, 1 blindagem de engenharia, 4 veículos blindados “82A”, 5 tanques. O inimigo também sofreu grandes perdas de homens.

As Forças Armadas do Azerbaijão dispararam contra a unidade militar de Vardenis das Forças Armadas Armênias e também utilizaram forças aéreas na direção das posições. Esta operação foi precedida pela desinformação do Ministério da Defesa do Azerbaijão de que a região de Dashkesan do Azerbaijão foi bombardeada da região de Vardenis pelas Forças Armadas da República da Armênia. Assim, de fato, o inimigo tentou preparar o terreno para justificar suas futuras ações.

O lado do Azerbaijão retomou as operações ofensivas em grande escala ao longo de quase toda a linha defensiva do Exército de Defesa Artsakh. Em particular, sistemas pesados ​​de lança-chamas TOS-1A são empregados em algumas direções durante operações ofensivas. O uso de TOS, Smerch e outros sistemas de grande calibre muda a filosofia e a escala das operações militares, elevando-as ao novo nível da escada de escalada. A este respeito, o Ministério da Defesa adverte que as Forças Armadas Armênias são obrigadas a usar peças de equipamento e munições projetadas para atingir alvos em áreas amplas. Esses ativos são destinados à destruição grande e indiscriminada de homens e propriedade estática e móvel.

É neste ponto que as unidades do Exército de Defesa estão repelindo com confiança todas as tentativas de ataques inimigos, causando pesadas perdas de equipamento e mão de obra.

O jato de combate multifuncional F-16 da Força Aérea da República da Turquia atingiu o jato SU-25 da Força Aérea Armênia no espaço aéreo da República da Armênia. O piloto, infelizmente, morreu heroicamente durante o ataque.

O F-16, de acordo com a supervisão de monitoramento, estava a 8200 m de altitude.


Os soldados do Exército de Defesa derrubaram um helicóptero do Azerbaijão. https://bit.ly/34cRHYG

Os artilheiros do lado armênio destruíram tanques inimigos de lançadores de granadas. https://bit.ly/30j5k7I

O Exército de Defesa alerta para a necessidade do uso de armas de fogo de grande calibre. O inimigo usou sistemas de artilharia pesada TOS-1A. https://bit.ly/3mZVRMj

Peskov pediu a discussão do agravamento em Karabakh no âmbito da OTSC. https://bit.ly/34aQyAW

Mais de US$ 3,1 milhões foram arrecadados pelo Fundo Hayastan All-Armenian. As doações estão em andamento https://bit.ly/3mZFI9y


Hackers do exército cibernético de Monte Melkonyan invadiram os sites de agências do Estado do Azerbaijão, incluindo os sites oficiais do Ministério da Defesa e do Presidente. https://bit.ly/3mXxcrE

O Serviço de Segurança Nacional informa que as iniciativas de coletar medicamentos essenciais, abastecimento de alimentos e outros itens para Artsakh devem ser implementadas em coordenação com as estruturas do Estado. https://bit.ly/2G8sDu2

Protestos contra a agressão do Azerbaijão estão ocorrendo em Glendale. Nossos compatriotas da Diáspora estão prontos para estar na pátria a qualquer momento, ao lado dos soldados armênios. https://bit.ly/2GgPEus

Henrikh Mkhitaryan condena as ações provocativas do Azerbaijão e conclama a comunidade internacional a intervir e prevenir mais um genocídio. https://bit.ly/36fWDP7

Jason Crow, membro do Comitê de Assuntos Armênios do Congresso dos EUA, condenou as ações do Azerbaijão e pediu à Turquia que não apoiasse o Azerbaijão. https://bit.ly/2GgXYub


O lado do Azerbaijão perdeu 11 UAVs (drones militares), incluindo bombardeiros, 1 blindagem de engenharia, 4 porta-blindados 82A e 5 tanques. O oponente também tem uma grande perda de homens. bit.ly/36bhmDU

2 helicópteros azeris foram destruídos pelo Igla IDF na direção leste pelas unidades do Exército de Defesa Artsakh. bit.ly/30cw9dJ

O oponente disparou um projétil de 122 mm de “Grad” em um bairro residencial em Stepanakert, próximo a um jardim de infância e uma escola. bit.ly/3n0MSdL

O Azerbaijão está bombardeando a região de Vardenis, visando civis. Como resultado, um cidadão foi morto. bit.ly/2EGTexu

Os nomes dos cidadãos mortos pelo bombardeio e ataques de UAV do oponente foram revelados. bit.ly/3cHxEWs


As Forças Armadas do Azerbaijão continuam a agredir o povo armênio, desta vez abrindo fogo contra uma unidade militar das Forças Armadas da República da Armênia localizada em Vardenis. Além disso, o inimigo usou força aérea em direção às posições em Vardenis.

Esta ação é falsamente justificada pelo Azerbaijão, nas alegações de que as forças armadas da República da Armênia supostamente dispararam foguetes de Vardenis à região de Dashkesan do Azerbaijão.

Não há nenhuma verdade nessa afirmação, nenhuma ação desse tipo foi tomada pelas forças armadas armênias. Esta é apenas uma tentativa propagandística do inimigo de justificar um ataque ao território armênio e expandir ainda mais seu terror. O inimigo receberá uma resposta imediata e merecedora por esta ação.


28/9

Durante a noite, as batalhas continuaram com intensidade diferente. No início da manhã, o Azerbaijão retomou suas operações ofensivas, utilizando artilharia, veículos blindados, incluindo o sistema de artilharia pesada “TOS”.

As subdivisões armênias têm repelido firmemente as invasões das subdivisões do Azerbaijão, empreendendo as ações adequadas, causando perdas significativas de pessoal e equipamento do adversário. A luta intensa continuou durante a noite nas direções sul, sudeste e norte da linha de frente.

Como resultado do contra-ataque empreendido pelas unidades do Exército de Defesa, o oponente sofreu grandes perdas de homens e equipamentos militares. O Exército de Defesa restaurou várias posições anteriormente perdidas.

Na direção sudeste da linha de frente, o oponente lançou um ataque com tanques. Encontrando a resistência persistente de unidades tanques e antitanques do Exército de Defesa, o oponente perdeu dez de seus veículos blindados na batalha. As lutas continuam. A situação operativo-tática está sob o controle das unidades do Exército de Defesa.

O oponente lançou uma nova ofensiva em grande escala na direção do vale Araks e Mataghis-Talish. O Exército de Defesa de Artsakh resiste com sucesso a todos os ataques e ofensivas, causando perdas significativas de pessoal e equipamento do oponente. No momento, 22% dos tanques oponentes e 10 outros veículos blindados foram destruídos. Mais de 370 militares foram neutralizados. Eles têm um grande número de feridos. De acordo com as informações recebidas, o número de soldados gravemente feridos é de 35%.

Atualmente, o Exército Armênio tem um total de 84 vítimas.

O primeiro-ministro Nikol Pashinyan conversou por telefone com o secretário-geral da ONU, António Guterres, por iniciativa deste.

O Primeiro-Ministro discutiu sobre a situação na fronteira Karabagh-Azerbaijão e enfatizou o fato de que a guerra foi desencadeada pelo Azerbaijão. Nikol Pashinyan afirmou que, ao contrário das escaladas dos últimos anos, este é caracterizado pela posição muito ativa e tendenciosa da Turquia, bem como pela sua presença direta e desestabilizadora nas operações do Azerbaijão.

A imprensa internacional começou a noticiar sobre o envolvimento da Turquia em trazer mercenários sírios para o Azerbaijão. Leia sobre a verdade nas matérias da Reuters e do The Guardian: https://reut.rs/2HFhktK, https://bit.ly/3jhVDhq

Milhares de voluntários já ingressaram no Exército de Defesa. Muitas pessoas vindas da Armênia, e temos centenas de inscrições da Diáspora. A unidade e a vontade coletiva de nossos compatriotas tornam nossa vitória imparável.

Hoje estamos mais fortes do que nunca, como nossas montanhas, e o adversário está caindo aos nossos pés em todos os lugares.

A vitória é nossa.


Caro Compatriota,

Artsakh precisa de todos nós. Independentemente de onde estejamos no mundo, cada um de nós é um soldado e deve contribuir para vencer esta guerra. Para manter nossas fronteiras fortes e garantir nossa liberdade e independência, o Hayastan All-Armenian Fund lançou uma campanha mundial de arrecadação de fundos.

Você pode fazer uma doação online em www.ArmeniaFund.org/donate, ou doar no PayPal procurando por info@ArmeniaFund.org.


O Tribunal Europeu dos Direitos Humanos (CEDH) aceitou o pedido da Arménia de uma medida provisória contra o Azerbaijão. https://bit.ly/339ron2

O ataque de artilharia inimiga em grande escala na direção sul foi interrompido. O inimigo perdeu 11 tanques blindados. https://bit.ly/2HCWafQ

“Não podemos permitir o retorno do fantasma do Império Otomano.” O presidente Armen Sargsyan falou sobre as operações militares no Azerbaijão. https://bit.ly/36cnkEn

A Forbes publicou um artigo sobre os drones turcos usados ​​pelo Azerbaijão contra Artsakh. https://bit.ly/3cBu2oN

O Ministro da Saúde da AR, Arsen Torosian, chegou a Artsakh, conheceu o estado de saúde dos feridos e os cuidados médicos prestados. https://bit.ly/33bnDxe


Nikol Pashinyan sobre o encontro com Ilham Aliyev em Dushanbe, Tajiquistão. “Na verdade, eu não fiz nenhum pedido ao Presidente do Azerbaijão, ele que fez.” https://bit.ly/2HErR8v

As forças armadas armênias mais uma vez destruíram o equipamento militar do Azerbaijão. O espírito de luta continua forte. https://bit.ly/36c24P5

No momento, temos 58 mortos. Os 21 militares que morreram em batalhas com o inimigo em 28 de setembro tinham de 18 a 20 anos. https://bit.ly/2S2uHGe

Representantes da comunidade Yezidi da Armênia se inscreveram para partir para Artsakh. https://bit.ly/3kWWILE

Na Rússia, 20 mil voluntários armênios fizeram fila para partir para Artsakh. O presidente dos Emirados Árabes questionou Vladimir Putin. https://bit.ly/3mZTM2H


Temos cerca de 200 militares feridos, 80 deles foram levados para hospitais em Yerevan. https://bit.ly/3iaPXnG

O lado do Azerbaijão oferece ataques de artilharia na direção de Martakert. https://bit.ly/2G4yi4g

A Assembleia Nacional convocou uma reunião extraordinária. Os parlamentares condenaram a agressão do Azerbaijão. https://bit.ly/3i70Cjh

Arrecadação de fundos nacional ․ O Hayastan All-Armenian Fund apresentou as contas para a doação de fundos. https://bit.ly/3n0Pfgq

O membro do parlamento austríaco e chefe do grupo de amizade Armênio-Austríaco Gudrun Kugler observou que a Áustria deve fazer o possível para acabar com a guerra. https://bit.ly/3i70Cjh


O Alto Comissário da RA para Assuntos da Diáspora, Zareh Sinanyan, dirige-se ao povo armênio em todo o mundo

Queridos irmãos e irmãs,

O inimigo declarou mais uma vez guerra contra o povo armênio, lançando um ataque à nossa ancestral Artsakh. Seu objetivo foi e continua sendo o de nos privar de nossa pátria, de nos roubar o pedaço remanescente de nossa pátria histórica, de nos destruir ou nos tornar um povo apátrida.

O inimigo, junto com seu irmão mais velho infame, instigador e genocida, Turquia, mais uma vez subestimou nossa força, nossa resistência e amor por nossa pátria. Eles estão prestes a enfrentar toda a nação armênia, todo o mundo armênio, nossa resistência tenaz e fúria justificada.

Nesta guerra, somos todos soldados e todos temos um papel importante a desempenhar. Chegou a hora de cada um de nós estar pronto para fazer a nossa parte, cada um dentro de nossas possibilidades, para defender nossa nação e nossa terra. Nossas forças armadas são heróicas e estão travando uma dura batalha em defesa de nossas fronteiras e de nosso povo. Nós também devemos nos unir em defesa de nossa pátria e trazer a vitória inevitável que estamos destinados a alcançar.

Caros compatriotas, permaneçamos com nossa Pátria, com nosso exército. Vamos ficar ombro a ombro com nossos soldados e juntos alcançarmos esta vitória. Nossa causa é justa, juntos somos invencíveis. Deus está do nosso lado e nada, nem a Turquia nem os mercenários sírios serão capazes de salvar o Azerbaijão e Aliyev de nosso castigo severo e divino.

Viva nossas forças armadas, viva nosso Estado, viva a Armênia e o povo armênio.


27/09

O combate continua na fronteira Artsakh-Azerbaijão. 3 helicópteros inimigos, 20 UAVs, 30 tanques e veículos de combate foram destruídos. O Azerbaijão usa todos os 300 tipos de armas em seu arsenal: Smerch, Kasirga, Polonez, etc.

O vice-ministro da Defesa da República de Artsakh, Artur Sargsyan, afirmou que o lado armênio tem 16 mortos e mais de 100 feridos, de acordo com dados preliminares. https://bit.ly/3kSG288

“Esta é uma guerra declarada ao povo armênio. Esta é uma guerra contra a nossa independência, liberdade e dignidade. ”O primeiro-ministro armênio Nikol Pashinyan enviou uma mensagem ao povo armênio. https://bit.ly/30a8J8A

O Azerbaijão continua espalhando desinformação. A secretária de imprensa do Ministério da Defesa da Armênia, Shushan Stepanyan, negou a informação sobre a conquista de 6 assentamentos pelo Azerbaijão em seu Facebook.

O NSS informa que estão sendo enviadas mensagens para os residentes armênios de um número falso americano 18185464601 para causar pânico. Recomendamos que você não confie em tais informações incorretas e siga as informações oficiais.

“Desta vez também teremos sucesso. Tenho certeza. “O mundialmente famoso jogador de xadrez, grande mestre Levon Aronian, pediu para apoiar Artsakh em seu Twitter. Https://bit.ly/3mUr03C

A esposa do primeiro-ministro da República da Armênia, Anna Hakobyan, partiu para Stepanakert para ficar com o povo de Artsakh. Junto com a esposa do presidente Artsakh, ela se encontrou com os feridos. https://bit.ly/3kRyd2v

No encontro com o Papa Francisco, o Católicos de Todos os Armênios KareKin II discutiu as ações do Azerbaijão ao longo de toda a fronteira. https://bit.ly/34iEkXh

A Assembleia Nacional da Armênia convocou uma sessão especial.

O porta-voz da República da Armênia, Ararat Mirzoyan, afirmou que os deputados estão trabalhando intensamente com todos os parceiros internacionais para apresentar a situação na fronteira. https://bit.ly/3jlx7Mp

O primeiro-ministro armênio Nikol Pashinyan afirmou que a questão do reconhecimento da República de Artsakh está na ordem do dia como sempre. https://bit.ly/337RDtX

Na Armênia e em Artsakh, 14 partidos políticos diferentes emitiram uma declaração conjunta em apoio às Forças Armadas da Armênia na Armênia e em Artsakh https://bit.ly/3i9gLVq

O Representante Especial do Secretário-Geral da OTAN para a Ásia Central e o Cáucaso, James Appathurai, manifestou a sua preocupação com a situação na fronteira e apelou a todas as partes envolvidas para cessarem imediatamente as hostilidades https://bit.ly/30eLxX3

O Ministério das Relações Exteriores da Ucrânia expressou preocupação com o agravamento do conflito entre a Armênia e o Azerbaijão e pediu o retorno do diálogo. https://bit.ly/334sdh0

Outra agressão militar ao Azerbaijão é uma guerra contra todo o povo armênio. O presidente da Armênia, Armen Sarkissian, fez um anúncio. https://bit.ly/3mW8Led


Os Copresidentes do Grupo de Minsk da OSCE apelaram ao fim imediato das hostilidades e ao reatamento das negociações.  https://bit.ly/36cSs6D

O Ministro das Relações Exteriores da Rússia, Sergei Lavrov, expressou séria preocupação com as ações militares em grande escala, vítimas e feridos. https://bit.ly/2HsstOi

“Rezo pela paz no Cáucaso”. O Papa pediu o estabelecimento da paz no Cáucaso Meridional e a renúncia à ação militar.  https://reut.rs/308wUEw

A União Europeia apelou à cessação imediata das hostilidades, à redução da escalada e ao respeito pelo cessar-fogo.  https://bit.ly/2GiCv3V

O prefeito de Walesa, na França, Nicolas Daragon, condenou a agressão militar do Azerbaijão contra Artsakh e expressou apoio ao presidente de Artsakh, aos armênios de Artsakh e à diáspora. https://bit.ly/368LUGk

Membro da delegação cipriota ao PACE Konstantinos Eftatio condenou veementemente a agressão militar do Azerbaijão contra Artsakh. https://bit.ly/36c3HfG

O vice-presidente da delegação italiana ao PACE, Manuel Veskov, condenou o ataque do Azerbaijão a Artsakh. https://bit.ly/3jk7HhO

O parlamentar cipriota Lukas Furlas expressou apoio ao povo armênio e exortou a UE a tomar medidas imediatas. https://bit.ly/2Gbn1yM

O Ministro dos Negócios Estrangeiros da Suécia, An Linde, manifestou preocupação com a situação em Artsakh e apelou a uma redução imediata da tensão. https://bit.ly/336D0Hp

O senador espanhol Carles Mulet Garcia publicou um vídeo sobre Stepanakert. “O regime do Azerbaijão é de contínua perseguição da população civil.” https://bit.ly/338eLbQ


Na manhã de 27 de setembro, por volta das 7h10, o exército do Azerbaijão, depois de lançadores de granadas com propulsão de foguetes atacou toda a extensão da linha de contato, visando assentamentos civis e infraestrutura, incluindo a capital Stepanakert. https://bit.ly/30d2zET:

O inimigo sofreu pesadas perdas. O lado armênio atingiu 4 helicópteros inimigos, cerca de 15 ATS, incluindo ataque, 10 tanques e um veículo de combate. As perdas do Exército de Defesa estão sendo esclarecidas. O vídeo está aqui: https://bit.ly/2G3xwo7

A porta-voz do Ministério da Defesa da República da Armênia, Shushan Stepanyan, disse que duas pessoas foram mortas na região de Martuni, em Artsakh, uma mulher e uma criança, e duas ficaram feridas. Escolas também foram bombardeadas, inclusive em Stepanakert. https://bit.ly/3j8w7em

O Ministério da Defesa da República da Armênia exorta os usuários de redes sociais a se absterem de divulgar informações não verificadas e não oficiais. https://bit.ly/3j8w7em

O Governo declarou lei marcial e mobilização geral na República da Armênia. Nas últimas horas, indivíduos (grupos de até 10.000 pessoas) se candidataram a comissariados militares em todo o país com um pedido para se alistar no exército e partir para a linha de contato Artsakh-Azerbaijana. https://bit.ly/3kU94EG

A porta-voz do Ministério da Defesa da RA, Shushan Stepanyan, informou em sua página no Facebook que o Ministério da Defesa da RA, David Tonoyan, conversou por telefone com o Representante Pessoal do Presidente em exercício da OSCE, Andrzej Kasprzyk, sobre a situação da fronteira.

Uma sessão especial da Assembleia Nacional foi convocada em Artsakh. O Presidente da República do Azerbaijão, Arayik Harutyunyan, declarou a lei marcial para ampla mobilização para o grupo de idade acima de 18 anos. https://bit.ly/337L2jg:

O Ministério das Relações Exteriores da República da Armênia condenou a agressão da liderança político-militar do Azerbaijão à República de Artsakh. O comunicado afirma que toda a responsabilidade pelas consequências recai sobre a liderança político-militar do Azerbaijão. https://bit.ly/3mUzffX

O Ministro das Relações Exteriores da República da Armênia, Zohrab Mnatsakanyan, está em contato constante com os Co-Presidentes do Grupo de Minsk da OSCE, seus colegas, o Ministro das Relações Exteriores da Federação Russa, Sergey Lavrov, e o Ministro das Relações Exteriores da Geórgia David Zalkalani. Todas as missões diplomáticas da República da Armênia no exterior funcionam em modo de emergência. https://bit.ly/335HiyB

O Ministro da Defesa da República da Armênia, David Tonoyan, afirmou que as Forças Armadas da República da Armênia estão prontas para garantir a segurança da população de Artsakh. https://bit.ly/3j6n5yk

O Serviço de Segurança Nacional da República da Armênia alerta sobre o perigo de espalhar desinformação. https://bit.ly/336ehmA

O Ministro das Relações Exteriores da Lituânia, Linas Linkevi, escreveu em sua conta no Twitter sobre os acontecimentos perturbadores entre a Armênia e o Azerbaijão e pediu a redução da escalada. https://bit.ly/2Gb7sqQ

O Ministério das Relações Exteriores da Geórgia declarou que está pronto para fazer todo o possível para reduzir as tensões na região e estabelecer a paz. https://bit.ly/334pbt6

O Chefe do Estado-Maior General das Forças Armadas da RA, Tenente General Onik Gasparyan, convocou os militares a continuar honrosamente cumprindo a sagrada missão do Defensor da Pátria, ignorando o perigo e o inimigo, lutando com devoção inabalável. https://bit.ly/2GgFBFz

A Embaixada da República da Armênia na Geórgia declarou que condena veementemente a agressão da liderança político-militar do Azerbaijão contra a República de Artsakh. https://bit.ly/3j6QtVn

“Apoiamos a pátria e o exército armênio.” Aram A. O Catholicos contatou o primeiro-ministro Nikol Pashinyan e expressou seu apoio ao exército armênio. https://bit.ly/2GilwP

O jogador de futebol armênio Henrikh Mkhitaryan fez uma postagem em sua página do Facebook, conclamando a comunidade internacional a se levantar e ajudar a deter as hostilidades contra a paz e a segurança na região. https://bit.ly/30clAHH