Home Da Redação Escavações arqueológicas em Carahunge na Armênia revelam atefatos de quase 4 mil anos
0

Escavações arqueológicas em Carahunge na Armênia revelam atefatos de quase 4 mil anos

0
0

Panarmenian

A descoberta de um túmulo durante escavações arqueológicas em Zorats Karer (também conhecido como Carahunj) fornece informações importantes sobre o período de tempo do século XVIII aC até o século XII, dC, segundo o líder da expedição e presidente científico da “Reserva-Museu Histórico-Cultural e Serviço Histórico de Proteção Ambiental”, Ashot Piliposyan, disse a SNCO em entrevista coletiva.

 

Com base nos materiais descobertos no túmulo, cientistas dizem que cerimônias funerárias foram realizadas no local em 4 ciclos diferentes.

 

Os materiais mais antigos encontrados são os restos de cerâmica da Idade do Bronze, que datam dos séculos XVIII e XVII aC. “Os enterros foram realizados aqui no final da Idade do Bronze e início da Idade do Ferro”, afirmou.

 

Com base nos materiais descobertos, Piliposyan disse que esta estrutura foi, sem dúvida, propriedade de um determinado indivíduo de status de classe alta. “Outro fato interessante, depois que foi saqueado e não foi usado como túmulo, talvez nos séculos XII ou XVIII, durante as campanhas de Seljuk ou Mongol, era provavelmente usado pelos habitantes locais como um abrigo”.

 

As escavações em outras partes do terreno continuarão em outubro. Zorats Karer, também chamado de Carahunj, é um sítio arqueológico pré-histórico perto da cidade de Sísio, na província de Syunik, na Armênia.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *