Home Esportes Héber Araújo foi mais um brasileiro que brilhou no campeonato armênio

Héber Araújo foi mais um brasileiro que brilhou no campeonato armênio

Com informações do Globo Esporte

heber192Héber Araújo é um rondoniense da cidade de Colorado do Oeste, conseguiu notoriedade no futebol atuando no Sul do país, com a camisa do Figueirense. Até o meio do ano, Héber jogava pelo Alashkert, da Armênia. Conquistou o primeiro título nacional, que também é inédito para o clube, e ainda foi o artilheiro da competição. Após o processo de aprender uma nova língua, não achar boas chuteiras para jogar e ver que a sua realidade o coloca longe da seleção brasileira, seu sucesso foi tamanho que dirigentes e torcedores chegaram a ensaiar uma oferta de naturalização para o brasileiro.

Após ter uma boa passagem pelo Figueirense, Avaí, Crac e Paysandu, Héber Araújo recebeu o convite que mudou sua vida. Conquistou o seu primeiro título no Campeonato Armênio e entrou na lista dos maiores goleadores da Europa na temporada 2015/16. No Brasil ele conquistou apenas dois vice-campeonatos com o Figueirense (Série B e Catarinense).

3155772820Ao chegar na Armênia, nada foi fácil, o aplicativo de tradução online era o que salvava a pele do jogador quando queria se comunicar. Ele, que pouco sabia sobre o país, foi uma das peças mais importantes do time na temporada.
Além de precisar se virar com a língua, os materiais esportivos também foram um obstáculo. Levou só uma chuteira do Brasil e virou sinônimo de gols. As que ele encontrava no país não tinham tanta qualidade e acabavam rasgando com pouco uso.

Junto ao título, o atacante rondoniense ajudou seu time a chegar as eliminatórias da Champions League.
Apesar de bem-sucedido na Armênia, no meio do ano o centroavante aceitou uma proposta do time croata Slaven Belupo e hoje joga na Croácia com contrato até 2018.

Héber Araujo entra para a galeria de brasileiros que fizeram sucesso na Armênia, que conta também com a estrela Marcos Pizzelli.

Vela alguns gols do jogador durante sua temporada na Armênia:

Comment(1)

Deixe um comentário