Home Esportes Rio 2016: Luta livre encerra participação da Armênia, que teve o melhor desempenho da sua história

Rio 2016: Luta livre encerra participação da Armênia, que teve o melhor desempenho da sua história

A Armênia encerrou neste domingo a sua participação nas Olimpíadas Rio 2016. Quatro representantes armênios da luta livre lutaram nos últimos três dias de jogos olímpicos para tentar buscar a última medalha deste ano.

Luta livre
Na sexta, dia 19, o armênio Garnik Mnatsakanyan enfrentou Hassan Rahimi do Irã pela categoria 57kg. O iraniano, que já foi campeão mundial, dominou a luta e não deu espaço para Mnatsakanyan, venceu por 13-0. Como o iraniano não chegou à final não havia oportunidade do armênio disputar o bronze.

1253

No sábado, disputando a categoria 125kg, o armênio Levan Berianidze enfrentou o chinês Deng Zhiwei pelas oitavas de final e venceu com o placar empatado 2-2 (o último ponto foi do armênio). Nas quartas, enfrentou o húngaro Dániel Ligeti e de novo Berianidze venceu, dessa vez por um placar menos apertado, 3-1. Na semi, o armênio enfrentou o turco Taha Akgül, mas dessa vez não teve sorte, o turco venceu pelo placar de 8-1.
Berianidze ainda poderia ganhar a medalha de prata. Na disputa, enfrentou o búlgaro Ibragim Saidov e, de novo, empatou em 2-2. Dessa vez o búlgaro teve um ponto tecnicamente mais forte, e levou a medalha.

RIO DE JANEIRO, BRAZIL - AUGUST 20: Daniel Ligeti of Hungary in action with Levan Berianidze of Armenia in the mens freestyle 125kg on Day 15 of the Rio 2016 Olympic Games at Carioca Arena 2 on August 20, 2016 in Rio de Janeiro, Brazil. (Photo by Clive Brunskill/Getty Images)

Neste domingo, último dia da competição, dois armênios disputaram as últimas categorias do esporte.
Pelos 85kg, Devid Safaryan enfrentou o italiano Frank Chamizo nas oitavas de final. Chamizo levou a melhor e avançou de fase com o placar de 3-1. Como não chegou a final, Safaryan não teve a oportunidade de disputar a medalha de bronze.

1259

Já na categoria 97kg, o armênio Georgy Ketoev disputou as oitavas de final contra Elizbar Odikadze da Geórgia. O adversário era difícil, Ketoev perdeu por 8-1. O georgiano também não avançou para a final e, assim, o armênio não pôde disputar a medalha de bronze.

1260

Melhor desempenho
A Armênia teve, na Rio 2016, seu melhor desempenho em olimpíadas até aqui. Foram 3 medalhas de prata e uma de ouro.
Embora em Beijing 2008 tenha ganho 6 medalhas, todas eram de bronze. Para efeito de Classificação, uma medalha de ouro vale mais do que 100 de prata. Na Rio 2016, a Armênia conquistou o 42º lugar na classificação geral (o segundo melhor resultado foi em Atlanta 1996, quando a Armênia ficou em 45º) resultado de uma delegação que mostra um crescimento não só em número de atletas como de qualidade de competição.

Mas nem tudo são flores, os índices de lesões são altos, e refletem uma deficiência de preparação dos atletas, reflexo do momento econômico e político do país.

Resta agora a expectativa para Tóquio 2020 em que esperamos ver uma delegação ainda maior e com mais histórias de superação e de medalhas.

Deixe um comentário