Home Esportes Rio 2016: Armênia tem o melhor dia na competição e conquista mais 3 medalhas, uma de ouro

Rio 2016: Armênia tem o melhor dia na competição e conquista mais 3 medalhas, uma de ouro

0
0

Dos cinco atletas armênios que competira neste 11º dia de Jogos Olímpicos três ganharam medalha. Foi dia de emoção com vitórias sobre a Turquia e Azerbaijão, de injustiça com o armênio que perdeu o primeiro lugar e de felicidade com a primeira medalha de ouro da Armênia na competição.

Luta Greco-romana
O esporte em que a Armênia é uma das favoritas já estava devendo medalha nessas Olimpíadas. Migran Arutyunyan foi o primeiro armênio a lutar do dia, pela categoria 66k. Encarou Adham Ahmed Saleh Ibrahim Kahk do Egito pelas oitavas de final e ganhou fácil por 9-0. Nas quartas, encarou o sul-coreano Ryu Han-su com um pouco mais de dificuldade, mas também avançou com o placar de 2-1.
O confronto da semifinal era especial, Arutyunyan encarou Rasul Chunayev do Azerbaijão (os dois países estão em guerra para libertar a região independente de Nagorno-Karabakh). Mais um grande resultado do Armênio que o levou à final, 4-1.
A medalha já estava garantida, só faltava saber a cor. Arutyunyan encarou o sérvio Davor Štefanek. O combate estava difícil, o placar terminou empatado em 1-1 e, segundo as regras do esporte, o sérvio ganhou por ter feito o último ponto. O armênio ficou inconsolável, a torcia o entendia e vaiou o resultado da luta. Na hora do pódio, o choro de alegria da prata e da tristeza do quase ouro. Migran Arutyunyan se recusou a tirar foto junto com o azerbaijano.

Outro atleta armênio também traria muita felicidade aos armênios nesta terça-feira. Pela categoria 98kg, Artur Aleksanyan passeou nos confrontos. Pelas oitavas de final, encarou o italiano Daigoro Timoncini e venceu por 5-2. Avançou para as quartas e encarou o romeno Alin Alexuc-Ciurariu, que venceu por 8-0. Nas semifinais, outro confronto especial: Aleksanyan encarou Cenk İldem da Turquia (país que perpetrou o Genocídio Armênio entre 1915-1923). Não deu nem espaço para o turco. Em uma vitória incontestável, Aleksanyan avançou para a final com o placar de 9-0.
Novamente, a medalha já estava garantida, só faltava saber a cor. Dessa vez o armênio encarou o cubano Yasmany Daniel Lugo Cabrera. Placar final: 3-0 para o armênio. A primeira medalha de ouro para a Armênia nas Olimpíadas Rio 2016 é a segunda da história do país nos jogos olímpicos. Pela primeira vez, Mer Hayrenik foi executado no Rio 2016.

Levantamento de Peso
Eram dois armênios disputando a categoria acima de 105kg. Gor Minasyan e Ruben Aleksanyan. Por pouco não foram duas medalhas.
Minasyan levantou 210kg no arranque e mais 241kg no arremesso. Totalizando 451kg e ficando atrás apenas do atleta da Geórgia (que bateu recorde olímpico e mundial). Medalha de prata para a Armênia.

RIOEC8G1RRVRT_768x432

Armenia's silver medallist Gor Minasyan poses on the podium of the Men's +105kg weightlifting competition at the Rio 2016 Olympic Games in Rio de Janeiro on August 16, 2016. / AFP / GOH Chai Hin (Photo credit should read GOH CHAI HIN/AFP/Getty Images)

Aleksanyan (parente do medalhista de ouro na greco-romana) não foi tão bem no arranque, 195kg, tentou compensar no arremesso, conseguiu levantar 245kg e tentou 254kg mas não conseguiu. Se tivesse conseguido poderia ter ficado em terceiro lugar e conquistado o primeiro bronze dessa edição para a Armênia, mas ainda assim levou o honroso quarto lugar em uma competição tão disputada como essa.

RIOEC8G1RIYR1_768x432

Atletismo
Nossa última representante no atletismo, Amaliya Sharoyan, disputou a classificatória para o Salto em distância. Sharoyan ficou em 35º lugar com a distância de 5.95 m e não se classificou.

1075

Depois de tanta movimentação, a delegação armênia tem dois dias de descanso, voltam no dia 19 para as disputas de Luta Livre, fiquem ligados que estamos cobrindo todos os eventos em nossas redes sociais.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *