Home Da Redação Azerbaijão torturou e matou soldados armênios; há evidências de atuação do ISIS

Azerbaijão torturou e matou soldados armênios; há evidências de atuação do ISIS

0

Via Prensa Armenia

Screenshot_2016-04-06-15-25-21-1

Com apoio do Comitê Internacional da Cruz Vermelha, azerbaijanos e armênios fizeram a troca dos corpos de soldados mortos nesta segunda-feira, dia 11 de abril. A operação terminou a poucas horas.

Oficialmente o Ministério da Defesa de Nagorno-Karabakh anunciou que os corpos do heróis armênios tombados foram mutilados e tinham marcas de tortura, fato que constitui em gravíssimo crime de guerra pelas leis internacionais.

O exército de Nagorno Karabakh, apoiado pela Armênia, encontrou 13 corpos de soldados azeris em seu território e recebeu 18 corpos de heróis armênios. Alik Avetisyan, porta-voz do Ministério da Defesa informou de maneira emocionada que 3 desses corpos haviam sido decapitados.

2Durante o conflito as autoridades armênias informaram que tinham razões para afirmar que mercenários do Estado Islâmico (ISIS) estavam no apoio de tropas azeris.No auge do conflito, nos dias 1 e 2 de abril, na região de Talish, bem próxima a fronteira, o casal de idosos Valera e Razmela Khalapian (forte imagem ao lado) foram encontrados mortos com as orelhas decepadas dentro de suas próprias casas.

Os protestos oficiais vão ser encaminhados para os órgãos competentes a fim de que o mundo saiba da selvageria que rege o governo Aliyev e as tropas azeris devidamente rechaçadas pelas tropas armênias de Nagorno Karabakh.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *