Home Cultura Conheça Ararat, a montanha armênia no caminho do Bayern campeão da Champions de 1975

Ararat, a montanha armênia no caminho do Bayern campeão da Champions de 1975

0
0

Por Matheus Mekhitarian. 

Em 1975, um ano após o primeiro triunfo da primeira Taça dos Clubes Campeões Europeus (Atual Liga dos Campeões da Europa), o Bayern de Munique conquistava o bi campeonato, contando com uma constelação de craques no elenco como o goleiro Sepp Maier, os atacantes Gerd Muller e Rummenigge liderados por nada mais nada menos que o Franz “Kaiser” Beckenbauer.

A equipe bávara tinha um setor defensivo seguro que raramente levava gols e contava com um dos maiores goleiros que o futebol já viu, o meio de campo cadenciado tinha grande qualidade e o ataque era preciso e contava com um grande diferencial: Muller.

Por ter sido campeão na temporada anterior (1973), o Bayern não precisou disputar a primeira fase e já entrou nas oitavas de final da competição, onde sem grandes dificuldades derrotou o Magdeburg, da Alemanha Oriental vencendo os dois jogos. 

O adversário das quartas de final era o desconhecido FC Ararat da cidade de Yerevan, atual capital da Armênia que naquela época era uma República Socialista Soviética.

O Ararat Yerevan conquistou o direito de jogar a Liga daquele ano, pois em 1973 levantou o caneco do Copa da URSS após campanha impecável e uma vitória dramática na final contra o tradicional Dínamo de Kiev, da Ucrânia, em jogo realizado no estádio Lujniki de Moscou.

Na quartas-de-final, o badalado Bayern de Munique era franco favorito para o duelo e no jogo de ida na Alemanha, e confirmou as previsões vencendo por 2 a 0 em partida realizada no dia 05 de março de 1975.

Entretanto, no jogo de volta realizado em Yerevan, no dia 19 de março, no recém inaugurado Estádio Hradzan com mais de 70.000 espectadores presentes, o Ararat marcou o gol com Arkadi Andreasyan de cabeça, aos 35 minutos do primeiro tempo (assista abaixo).

Após o gol o time armênio pressionou o adversário durante toda a partida. Contudo, mesmo com um verdadeiro caldeirão a favor do Ararat, a equipe bávara resistiu e manteve a derrota por 1 a 0, vencendo no placar agregado e avançando de fase.

Na semi-final, o Bayern eliminou o Saint-Étienne segurando um empate sem gols na França e posteriormente, fez o dever de casa e venceu na Alemanha por 2 a 0 chegando pelo segundo ano consecutivo a grande final.

A final, foi diante do Inglês Leeds United, da Inglaterra. Em um jogo marcado pela polêmica, devido a um número imenso de faltas cometidas pelo clube inglês e principalmente pelo fato do árbitro ter voltado atrás em um gol do Leeds após conversa com o capitão Beckenbauer. A partida terminou com a vitória do Bayern por 2-0 e Gerd Muller junto com o armênio Eduard Markarov se sagraram artilheiros do campeonato com 5 gols cada.

Curiosidade:  Nas campanhas do bi campeonato, a equipe bávara perdeu apenas duas vezes. No ano da primeira conquista a derrota foi diante do CSKA Sofia da Bulgária, onde o Bayern venceu o primeiro jogo por 4 a 1 e perdeu o segundo por 2 a 1. A outra derrota foi o caso que acabamos de contar, diante do Ararat de Yerevan que atualmente está na segunda divisão do futebol armênio.

Imagens e algumas informações retiradas de -> www.pensandosobrefutebol.blogspot.com.br/2012/11/futebol-armenia-ararat-1973-uefa.html

 

 

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *