Home Da Redação Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo rende suas tradicionais homenagens aos mártires armênios de 1915

Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo rende suas tradicionais homenagens aos mártires armênios de 1915

0

ALesp Jorge Cassapian  3O centenário do Genocídio Armênio foi rememorado mais uma vez com enorme relevância na Assembléia Legislativa do Estado de São Paulo.

A noite foi de emoção e de compromisso com a defesa da Causa Armênia. Inicialmente foram depositadas flores no Khatchkar (cruz de pedra armênia na foto à esquerda) que está no jardim externo do prédio legislativo paulista.

O Presidente da casa, Deputado Fernando Capez, o presidente da Sessão Solene Deputado Celso Giglio, Exmo. Sr. Embaixador da República da Armênia no Brasil Achot Galoyan e a Exma. Sra. Consul Honorária da República da Armênia em São Paulo Hilda Dirouhy Burmaian reverenciaram em nome de todos os presentes a vida de um milhão e meio de inocentes assassinados pelo Império Turco otomano em 1915.

ALesp Jorge Cassapian 5Os Arciprestes da Igreja Apostólica Armênia , Der Yesnig Guzelian e Der Boghos Baronian fizeram a cerimônia religiosa evocativa do dia histórico.

Em seguida as centenas de presentes adentraram ao Plenário Juscelino Kubitschek e nas galerias para acompanhar o ato solene. A mesa composta pelas autoridades e os hinos da Armênia e do Brasil executados marcaram uma das mais importantes cerimonias dos últimos anos.

O Embaixador da Armênia no Brasil, Achot Galoyan reafirmou o compromisso do seu país em estreitar os laço com o Brasil e exortou que a nação brasileira reconheça o genocídio como crime contra a humanidade. A palavra foi concedida ao ilustre senador José Serra que em breve pronunciamento manteve seu compromisso com o reconhecimento do genocídio armênio pelo estado brasileiro.

O Deputado Celso Giglio em suas palavras manifestou o desejo de ver cumprido esse reconhecimento e se colocou a disposição enviando inclusive carta para a Presidente da República do Brasil Exma. Sra. Dilma Roussef para que o país reconheça o genocídio.

O Presidente da Sessão concedeu a palavra ao Deputado Pedro Tobias, autor da lei 1266 de 2014 que institui o Dia do Reconhecimento e lembrança das vítimas do Genocídio do Povo Armênio. Ele lembrou suas raízes libanesas e seu profundo conhecimento do sofrimento que os armênios e outros povos passaram nas mãos do Império Turco Otomano e se somou a todos aqueles que de forma sincera vão lutar para que o reconhecimento venha por parte do governo federal.

A sessão solene foi encerrada com a apresentação do Coral Vahakn Minassian da SAMA – Clube Armênio que executou a música Yerevan Yerepuni, clássico da canção patriótica Armênia.

Em seguida a UGAB- União Geral Armênia de Beneficência ofereceu um coquetel a todos os presentes onde foram homenageados seu presidente Sr. Helio Balukian, seu diretor Sergio Janikian, a Consul Honorária da República da Armênia Sra. Hilda Dirouhy Burmaian e o Embaixador da Armênia no Brasil Sr. Achot Galoyan, todos por seus relevantes serviços prestados aos eventos rememorativos ao centenário do genocídio armênio.

Veja algumas fotos, abaixo, cortesia de Jorge Cassapian:

 

 

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *