Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo rende suas tradicionais homenagens aos mártires armênios de 1915

0
0

ALesp Jorge Cassapian  3O centenário do Genocídio Armênio foi rememorado mais uma vez com enorme relevância na Assembléia Legislativa do Estado de São Paulo.

A noite foi de emoção e de compromisso com a defesa da Causa Armênia. Inicialmente foram depositadas flores no Khatchkar (cruz de pedra armênia na foto à esquerda) que está no jardim externo do prédio legislativo paulista.

O Presidente da casa, Deputado Fernando Capez, o presidente da Sessão Solene Deputado Celso Giglio, Exmo. Sr. Embaixador da República da Armênia no Brasil Achot Galoyan e a Exma. Sra. Consul Honorária da República da Armênia em São Paulo Hilda Dirouhy Burmaian reverenciaram em nome de todos os presentes a vida de um milhão e meio de inocentes assassinados pelo Império Turco otomano em 1915.

ALesp Jorge Cassapian 5Os Arciprestes da Igreja Apostólica Armênia , Der Yesnig Guzelian e Der Boghos Baronian fizeram a cerimônia religiosa evocativa do dia histórico.

Em seguida as centenas de presentes adentraram ao Plenário Juscelino Kubitschek e nas galerias para acompanhar o ato solene. A mesa composta pelas autoridades e os hinos da Armênia e do Brasil executados marcaram uma das mais importantes cerimonias dos últimos anos.

O Embaixador da Armênia no Brasil, Achot Galoyan reafirmou o compromisso do seu país em estreitar os laço com o Brasil e exortou que a nação brasileira reconheça o genocídio como crime contra a humanidade. A palavra foi concedida ao ilustre senador José Serra que em breve pronunciamento manteve seu compromisso com o reconhecimento do genocídio armênio pelo estado brasileiro.

O Deputado Celso Giglio em suas palavras manifestou o desejo de ver cumprido esse reconhecimento e se colocou a disposição enviando inclusive carta para a Presidente da República do Brasil Exma. Sra. Dilma Roussef para que o país reconheça o genocídio.

O Presidente da Sessão concedeu a palavra ao Deputado Pedro Tobias, autor da lei 1266 de 2014 que institui o Dia do Reconhecimento e lembrança das vítimas do Genocídio do Povo Armênio. Ele lembrou suas raízes libanesas e seu profundo conhecimento do sofrimento que os armênios e outros povos passaram nas mãos do Império Turco Otomano e se somou a todos aqueles que de forma sincera vão lutar para que o reconhecimento venha por parte do governo federal.

A sessão solene foi encerrada com a apresentação do Coral Vahakn Minassian da SAMA – Clube Armênio que executou a música Yerevan Yerepuni, clássico da canção patriótica Armênia.

Em seguida a UGAB- União Geral Armênia de Beneficência ofereceu um coquetel a todos os presentes onde foram homenageados seu presidente Sr. Helio Balukian, seu diretor Sergio Janikian, a Consul Honorária da República da Armênia Sra. Hilda Dirouhy Burmaian e o Embaixador da Armênia no Brasil Sr. Achot Galoyan, todos por seus relevantes serviços prestados aos eventos rememorativos ao centenário do genocídio armênio.

Veja algumas fotos, abaixo, cortesia de Jorge Cassapian:

 

 

Deixe um comentário