Home Tudo Papa Francisco visita patriarcado armênio em Constantinopla e fala em abertura de fronteiras
2

Papa Francisco visita patriarcado armênio em Constantinopla e fala em abertura de fronteiras

2

Asbarez

Pope-Francis-ErdoganO Papa Francisco disse esperar que a Turquia abra a sua fronteira com a Armênia. O papa fez o comentário no domingo, dia 30, durante uma coletiva de imprensa de 45 minutos em seu vôo para Roma após uma visita de três dias à Turquia.

O Papa elogiou a declaração do Presidente turco, Recep Tayyip Erdogan, que em 2013 ofereceu “condolências” aos descendentes das vítimas dos “assassinatos em massa de 1915”, sem chamar o Genocídio Armênio pelo seu real nome, o que muitos armênios em todo o mundo viram como um gesto cínico.

O Papa manifestou a esperança de que outros gestos referentes ao centenário do Genocídio Armênio deixem as duas nações mais próximas, e ele especificamente manifestou a esperança de que a Turquia abra sua fronteira com a Armênia.

O Papa também declarou que disse à Erdogan que “seria bonito se todos os líderes islâmicos – sejam eles políticos, religiosos ou acadêmicos – dissessem claramente que condenam [o terrorismo], porque isso ajudaria à maioria das pessoas islâmicas a dizer: ‘é verdade’ “, e mostrar aos não-muçulmanos que o Islã é uma religião de paz.

“Eu sinceramente acredito que você não pode dizer que todos os muçulmanos são terroristas, assim como você não pode dizer que todos os cristãos são fundamentalistas; cada religião tem esses pequenos grupos”, disse o papa.

Enquanto esteve na Turquia, o Papa Francisco visitou o Hospital Armênio Surp Prgich (Santíssimo Salvador) em Istambul para ver o Patriarca Armênio Mesrob Mutafian. Em maio de 2013, o Arcipreste Boghos Baronian, da Igreja Apostólica Armênia do Brasil, participou da missa dos 181 anos do hospital (leia mais aqui).

“Antes se dirigir ao aeroporto para embarcar em seu vôo de volta à Roma no final de sua visita à Turquia, o Papa Francisco fez uma visita ao Patriarca Armênio de Constantinopla, Mesrob Mutafian, que está gravemente doente no Hospital Armênio São Salvador (Surp Prguitch) em Istambul, ” informou a Rádio Vaticano.

O Papa exortou a tolerância religiosa na Turquia durante a sua visita de três dias. Ele também pediu aos líderes estaduais e religiosos islâmicos que condenem o extremismo islâmico.

Comment(2)

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *