Home Da Redação Sarkissian convidou o Presidente turco a participar dos eventos evocativos ao centenário do Genocídio

Sarkissian convidou o Presidente turco a participar dos eventos evocativos ao centenário do Genocídio

1

Agência de Prensa Armênia- Buenos Aires

Visita do Presidente francês ao Tsitsernakaberd
Visita do Presidente francês ao Tsitsernakaberd

O Presidente armênio Serge Sarkissian exortou o presidente da Turquia a participar do centenário do Genocídio na Armênia em 2015, depois de declarar que “se as autoridades turcas estão interessadas na verdade devem visitar a Armênia”. Sarkissian convidou “oficialmente” o próximo presidente turco “para visitar a Armênia em 24 de abril de 2015 para entender as evidências históricas do Genocídio Armênio.”

Sarkissian também criticou a carta de condolências emitida no último 23 de abril pelo primeiro-ministro turco, Recep Tayyip Erdogan, argumentando que “é impossível alcançar resultados com o uso de eufemismos” e que “o reconhecimento do Genocídio Armênio é a única maneira que os líderes turcos tem para se livrar do peso do passado”. Erdogan é um dos possíveis candidatos nas próximas eleições presidenciais na Turquia em agosto.

“O 100 º aniversário do Genocídio Armênio é de grande importância para os armênios no mundo inteiro e para toda a humanidade. O 24 de abril de 1915 não foi apenas o começo de uma tentativa sem precedentes de exterminar uma nação inteira, mas também os eventos subseqüentes provaram que este era um precedente para outros genocídios do século XX”, concluiu Sarkissian.

Suas palavras foram proferidas na reunião do Comitê de Coordenação dos eventos dedicados ao 100º aniversário do Genocídio Armênio, que também incluiu os Catholicos da Santa Sé de Cilícia Aram I, Catholicos de todos os Armênios Karekin II e O Presidente de Nagorno Karabakh Bako Sahakian. Nesta reunião também foi apresentado o logotipo oficial do 100º aniversário , que será uma conhecido como “miosótis”. Segundo os organizadores, o miosótis é uma flor que tem o mesmo significado em diferentes idiomas “Não me esqueça”, com cinco pétalas simbolizando os cinco continentes, onde os sobreviventes do Genocídio se refugiaram.

Comment(1)

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *