Home Da Redação Portal uniu ativistas, intelectuais, jornalistas e convidados no evento #SaveKessab

Portal uniu ativistas, intelectuais, jornalistas e convidados no evento #SaveKessab

2

Na última sexta-feira, 25 de abril, o salão Tchilian do Clube Armênio reuniu para um debate aberto professores, ativistas, jornalistas e convidados que tiveram a oportunidade de discutir temas relevantes. É o segundo ano que a equipe do Portal Estação Armênia organiza oficialmente um evento em torno das rememorações do Genocídio Armênio.

Na abertura o Editor-Chefe Armen Kevork Pamboukdjian saudou os presentes e lembrou da importância de estarmos todos mais uma vez unidos em torno da Causa Armênia. A equipe do Portal brindou os presentes com uma coletânea de vídeos que fomentaram o debate.

O primeiro vídeo apresentado foi o “Legado de 1915” mini-documentário que explora a questão da identidade armênia no Brasil. Os diretores Alison Santos e Bruna Kahvedjian se preocuparam em mostrar como a história armênia e especialmente o genocídio estigmatiza todos os descendentes.

Em seguida, uma coletânea de vídeos explorou as raízes do negacionismo e o nacionalismo turco. Em todos os trechos, especialmente e criteriosamente selecionados pela equipe do Portal ficou claro que o genocídio continua já que o estado turco fomenta um nacionalismo perverso contra os armênios em todas as escalas da vida cultural e social do país. Alguns dos vídeos selecionados mostravam a dificuldade em se alcançar a democracia na Turquia e o papel que o não reconhecimento por parte dos EUA exerce nesse complexo quadro político. A falta de coerência do governo Obama e a guerra de informações, com bloqueio de redes sociais na Turquia, também foram destacados.

IMG-20140425-WA0004Após a exibição do compilado, o Diretor de Redação do Portal Estação Armênia, Marcelo Mirzeian, expôs um valioso diagnostico da questão de Kessab e suas implicações para a diáspora armênia. A partir de uma cronologia dos fatos ele estabeleceu um paralelo entre a tragédia de Kessab e a posição do governo Erdogan na crise Síria.

Para dar continuidade aos questionamentos ele convidou os Professores James Onnig Tamdjian e Heitor Loureiro para compor uma mesa de debates e analisar os principais aspectos da Crise Síria a luz da proximidade dos 100 anos do Genocídio Armênio. Após alguns questionamentos, com participação do público presente, foi convidada a jornalista do site OperaMundi, Patricia Distchekenian, para apresentar as repercussões do seu artigo sobre os 99 anos do Genocídio Armênio, que foi destaque no Portal UOL, um dos maiores veículos de comunicação do Brasil. Ela explanou as dificuldades que temas como esse têm para serem inseridos na grande mídia e acredita que existe uma falta de informação generalizada sobre o assunto.

O evento contou com a participação do jornalista Natanael Braia do Jornal Hora do Povo, que trouxe uma importante contribuição a cerca da luta de outros povos e da necessidade de união para um futuro melhor.

A equipe do Portal Estação Armênia agradece a todos presentes e apoiadores.

Assista abaixo o vídeo “O Legado de 1915”.

Abaixo assista ao compilado exibido no evento:

Fotos do evento:

Comment(2)

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *