Home Da Redação Serj Tankian mostra seu ativismo em campanha que ajudou a libertar Nareg Hartounian
3

Serj Tankian mostra seu ativismo em campanha que ajudou a libertar Nareg Hartounian

3

 

Via Site of a Down

Dia 9 de dezembro de 2011, Nareg Hartounian, fundador do Institudo de Arte Naregatsi foi preso sob suspeita de fraude fiscal. Sua prisão marca ainda outra circunstância de um armênio da diáspora sendo assediado e enganado pelas autoridades ou pessoas ligadas ao governo. No mesmo dia de sua prisão ele foi julgado e sentenciado a 60 dias na cadeia. Essa situação complicada com as autoridades fiscais na verdade vem acontecendo por vários meses. Não é de se surpreender que a recusa de pagar uma quantia substancial tenha algo a ver com isso.

Nareg é armênio-americano da diáspora que vive e trabalha na Armênia parte do ano. Ele e sua família iniciaram múltiplos projetos, tanto humanitários como culturais, em torno de Nagorno-Karabagh, mesmo nas partes de territórios controlados da Armênia, onde ele encorajou pessoas a viverem. O Instituto de Arte Naregatsi é um centro destinado a jovens, artistas emergentes, cineastas e fotógrafos mostrarem seus trabalhos. Músicos podem até apresentarem-se no mini-hall para shows. Um outro centro foi aberto em Shushi vários anos atrás.

A prisão de Nareg e de dois de seus funcionários de sua companhia de importação de alimentos GH Storage Enterprise, Ani Mnatsakanian e Artur Galstian que também tinham sido detidos, foram libertados 3 dias depois de sua controversa prisão, entretanto, as acusações não foram retiradas.

Eles foram acusados de evadir US$ 290.000 dólares em impostos em 2009, acusação negada por eles. Seus advogados ligaram as prisões a um processo civil movido por Nareg contra o Comitê de Receitaq do Estado no início de dezembro de 2011 e que Nareg foi preso porque seus familiares recusaram-se a vender 34% de ações em outra empresa de Yerevan a um grupo ligado ao governo.

As prisões geraram protestos de figuras de oposição em Yerevan e de armênios da diáspora. Mais de mil pessoas assinaram uma petição na internet exigindo a libertação imediata de Hartounian.

Assista ao vídeo com o apelo de Serj:

Comment(3)

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *