Home Da Redação Entrevista com Angela Sarafyan, atriz de Lost & Found in Armenia

Entrevista com Angela Sarafyan, atriz de Lost & Found in Armenia

0

angela-sarafyanAngela Sarafyan tornou-se famosa por seu papel como Tia na Saga Crepúsculo: Amanhecer Parte 2, ganhando muitos fãs entre os fãs da série. Um de seus primeiros papéis foi na série de TV Judging Amy (2000). Ela, então, passou a fazer participações especiais em séries como Buffy The Vampire Slayer (2002), The Shield (2004), The Division (2004), 24 (2006) e CSI : NY (2006).

Entre 2007 e 2009, Angela estrelou episódios de Cold Case e The Mentalist . Ela esteve envolvida em várias produções de longa-metragem: On The Doll, Kabluey com Lisa Kudrow e Teri Garr, A Beautiful Life com Dana Delany , e The Informers , com Billy Bob Thornton e Mickey Rourke.

Em 2010, Angela teve um papel recorrente na série de TV da Fox The Good Guys, além de participações em várias séries da web, como Sex Ed. Em 2011, Angela apareceu em A Good Old Fashioned Orgy e estrelou como um gênio do mal no final da temporada Criminal Minds.

No início 2012, Angela ajudou a promover A Saga Crepúsculo: Amanhecer Parte 2, também já atuou em uma nova série web produzida pela Taco Bell intitulada Vamos Big Happy, e estrelou em Law & Order : Special Victims Unit. Ela também trabalhou com Marion Cotillard no filme Nightingale.

Em agosto de 2013, o seu mais recente filme “Achados e Perdidos na Armênia” (Lost & Found in Armenia) foi lançado nos cinemas para um público e disponível em DVD na Amazon para venda mundial.

Entrevista de Angela Sarafyan para o website Armenian Pulse em Junho de 2013

Harout Kalandjian: Seu novo filme “Achados e Perdidos na Armênia” (Lost & Found in Armenia) acaba de ser lançado nos cinemas neste fim de semana passado. Eu sei que cada armênio está extremamente ansioso para ver esse filme e ele já lotou as salas na estréia no fim de semana. Você pode nos contar a sua experiência de trabalhar neste filme, as filmagens na Armênia, e como foi trabalhar com esses atores armênios em particular.

Angela: Eu amo ouvir sobre como as pessoas estão respondendo ao filme. Tudo o que ouço é que há risos sem parar nos cinemas lotados até o último assento. Eu tenho que dizer que era o meu objetivo fazer este filme. Eu realmente queria fazer um filme para a comunidade armênia, trabalhando com os talentos da Armênia e, especialmente, na Armênia. Que presente foi realizá-lo. Foi a primeira vez que voltei à Armênia desde que a minha família emigrou para Los Angeles, a alma desse país vive em sua terra e você sente no momento em que pousa o avião. Você vê o Monte Ararat, literalmente, no aeroporto e de alguma forma o seu coração e sua alma reconhecem sua casa. Foi uma das experiências mais emocionantes e gratificantes da minha vida.

Harout: Eu posso apenas imaginar a sensação já que eu nunca estive na Armênia e é um sonho meu a ser preenchido um dia em breve! Em “Achados e Perdidos na Armênia” você estrela ao lado de Jamie Kennedy, que é um conhecido ator americano. Nossa cultura certamente era novidade para ele, como você acha que ele absorveu a cultura armênia, você pode nos contar uma história engraçada?

Angela: Jamie amava as vacas e os cafés. Ele estava tão confuso e com medo ao mesmo tempo e foi hilário. Meu irmão veio junto comigo para visitar a Armênia pela primeira vez, e Jamie enchia nossos ouvidos com sua ansiedade enquanto estávamos comendo Mantee, seu favorito. Segafredo era seu lugar favorito para beber café, perto de Opera, uma bela localização na Armênia, e o ipad era seu melhor amigo, com o qual ele fez os vídeos mais engraçados. Ah, e algo muito doce ocorreu com Jamie e seu motorista, eles realmente se tornaram muito bons amigos, mas o motorista não conseguia falar uma palavra de Inglês e, obviamente, Jamie não falava armênio, e haviam lágrimas nos olhos do motorista quando Jamie foi embora. Jamie estava triste também. Foi a coisa mais engraçada vê-los conversando um com o outro, você não iria acreditar, mas eles se entendiam perfeitamente, com os gestos como a linguagem comum.

Harout: Uma das carreiras mais difíceis de entrar e ainda assim você tem estado muito ocupada em Hollywood, entre comerciais, séries de televisão e agora estrela de filmes. Quão satisfeita você está com a forma como Hollywood tem te recebido?

Angela: Eu tenho que dizer que a minha relação com Hollywood vem ocorrendo há algum tempo, e tem muito trabalho duro e perseverança. Não é fácil, e certamente não aconteceu do dia pra noite e continua a ser uma luta. Mas eu sei que atuar é realmente o que eu sempre quis desde que eu era uma menina e que vale a pena cada segundo. Esta atriz maravilhosa, que eu recentemente contracenei em um curta-metragem chamado ‘Night Vet”, disse -me: “Sempre interpretei, quando eu tinha seis anos, e agora tenho 86 e eu ainda interpreto”. É a forma mais perfeita de colocar, eu viver completamente isso, e é muito verdadeiro para mim. Interpretar sempre, porque é isso que nós fazemos, nós interpretamos personagens, atuamos.

Com que idade você descobriu que queria ser atriz ? E que medidas foram tomadas para ter chegado tão longe na sua carreira?

Eu sempre soube. Era só o que eu fazia, há crianças na escola que gostam de pintar ou desenhar, eu gostava de contar histórias, exagerá-las, representá-las quando o professor nos pedia para contar histórias sobre nossas férias de verão. Eu não ficava ali falando sobre o evento, eu encenava a coisa toda, chorava, ria, ficava com raiva, atuava cada papel (meu pai, mãe, primos) e, em seguida, sentava na minha mesa envergonhada do que fiz.

Que conselho você pode dar a outros jovens armênios aspirantes a atores?

A coisa mais importante é seguir o seu coração. Você realmente deve se perguntar por que você quer fazer o que você escolheu para fazer, e quando você realmente sabe a resposta, honestamente, eu acho que você tem que seguir o sonho.

Você pode nos dizer o que podemos esperar de você agora Angela? No que você está trabalhando agora?

Um filme que eu fiz, chamado “Paranoia”, será lançado neste verão, em agosto, é um thriller psicológico muito legal que eu acho que muita gente vai gostar. Outro filme chamado “The Immigrant” será lançado no final deste ano ou no início do ano seguinte. Então não percam. Eles são muito diferentes um do outro e também diferentes de “Achados e Perdidos na Armênia”.

Agora vamos para curiosidades! Sua atriz favorita e ator?

Al Pacino, Robert De Niro, Marlon Brando, Dustin Hoffman, Ben Gazzara, Ellen Burstyn, Anna Magnani, Meryl Streep e tantos mais …

Seu filme favorito de todos os tempos?

Há tantos. Atualmente, eu adoro: “Moonrise Kingdom”.

Sua comida armênia favorita?

Dolma e kyufta (minha avó faz o melhor, eu garanto)

*Angela Sarafyan concedeu entrevista ao ArmenianPulse em matéria publicada no dia 11 de Junho de 2013

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *