Home Da Redação Dia da aviação é comemorado na Armênia e força aérea terá ajuda russa

Dia da aviação é comemorado na Armênia e força aérea terá ajuda russa

0

News.Am, Asbarez, fotos News.Am

Armenian_Air_force_896484593A Armênia marcou o Dia da Aviação nessa sexta-feira, 28 de junho, com uma demonstração de equipamentos e de manobras e acrobacias no aeroporto Erebuni em Yerevan.

Em seu discurso, o ministro da Defesa Seyran Ohanyan destacou o papel das forças aéreas no sentido de garantir a integridade territorial, a independência e a segurança do país.

“Conseguimos vencer a guerra imposta”, enfatizou.

O público assistiu uma hora de espetáculo de manobras acrobáticas. O show atraiu principalmente crianças que tiveram a oportunidade de subir nas aeronaves e sentar em um cockpit.

“Eu posso dizer que a defesa aérea e a aviação têm realizado seu papel desde os primeiros dias da criação do exército”, disse Seyran Ohanyan aos repórteres.

Força russa
A Rússia vai ajudar a Armênia expandir e modernizar sua força aérea relativamente pequena no quadro da Organização do Tratado de Segurança Coletiva (OTSC), segundo altos funcionários de segurança dos dois países.

O secretário-geral da OTSC, Nikolay Bordyuzha, e Artur Baghdasarian, o secretário do Conselho de Segurança Nacional da Armênia, fizeram o anúncio após assinar um memorando em Yerevan.

O memorando aborda a implementação de uma recente decisão dos presidentes dos seis estados ex-soviéticos que compõem a aliança militar liderada pela Rússia para configurar contingentes militares conjuntos que operam sob a tutela da OTSC.

De acordo com Bordyuzha e Baghdasarian, eles não abrangem só as tropas terrestres, mas também unidades da Força Aérea.
“As forças de segurança coletivas estão sendo formadas na região do Sul do Cáucaso, onde a Armênia é o único Estado membro da OTSC. Forças aéreas conjuntas também serão criadas aqui”, explicou Baghdasarian.

“A força aérea da Armênia será ampliada” disse em uma conferência de imprensa conjunta com Bordyuzha. “Não só a força aérea, mas também o sistema de defesa aérea, em geral, será modernizado e reequipado. A base militar russa [na Armênia] também será re-equipada. Em termos de modernização, 2014 será um ano muito importante. “

Baghdasarian deu poucos detalhes sobre a modernização planejada. Ele disse apenas que uma base da força aérea armênia em Gyumri é suscetível de ser melhorada com a ajuda da empresa russa Rossii Vertolety que fabrica helicópteros militares.

9158359202_3ef8d934af_bA força aérea armênia consiste principalmente de várias dezenas de aviões de guerra de fabricação russa Su-25 e helicópteros Mi-9 e Mi-25 operando como parte do sistema de defesa aérea do país. O espaço aéreo da Armênia também é protegido por duas dúzias de caças MiG-29 que pertencem à base militar russa.

Nos últimos anos o Azerbaijão, arqui-inimigo da Armênia, comprou dezenas de MiG-29, bem como helicópteros russos avançados como parte de um enorme reforço militar alimentado por suas receitas de petróleo. O presidente do Azerbaijão, Ilham Aliyev, novamente declarou nesta quarta-feira, dia 26, que o fortalecimento acabará permitindo que seu país reconquiste Nagorno-Karabakh.

Comentando as declarações de Aliyev, Bordyuzha alertou contra as tentativas de acabar com o conflito de Karabakh pela força. “Não pode haver solução militar para o problema Karabakh”, disse ele.

O secretário-geral da OTSC também elogiou a capacidade de defesa da Armênia. “A cooperação técnico-militar Intensiva [com a Rússia] e entregas de produtos militares como uma assistência […] permitem falar de um grau bastante elevado de segurança na República da Armênia”, disse.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *