Home Esportes Gamburyan luta de igual pra igual, mas é derrotado na decisão dos juízes
0

Gamburyan luta de igual pra igual, mas é derrotado na decisão dos juízes

0

Por: Massis Baron – 

Polêmica!  Essa foi a opinião da grande maioria das pessoas  sobre a decisão dos juízes no resultado da luta do último UFC de 2011.

O lutador armênio Manny Gamburyan começou a luta abaixo do esperado e levou uma pequena desvantagem no 1º round. Já no segundo conseguiu acertar alguns golpes e ser um pouco superior ao adversário brasileiro Diego Nunes. No 3º e último round a luta foi bem truncada sem nenhuma vantagem para ambos os lutadores.

Restou aos juízes decidirem a luta que, infelizmente para nós, foi dada ao brasileiro.
Nenhum dos dois lutadores fizeram o suficiente para vencer o combate nem ser efetivo na luta nos ataques.

Ao fim do combate os lutadores se abraçaram e acabaram com a polemica que envolvia os dois, por  problemas no passado, quando  Manny Gamburyan enfrentou José Aldo, companheiro de Diego Nunes na disputa do cinturão do WEC.

“Foi uma grande luta, é um prazer me testar contra um cara top como o Manny aqui no UFC. Quero falar para ele para que me desculpe se em algum momento ficou alguma coisa mal resolvida. Se isso aconteceu, foi porque eu fiz como uma criança, sem intenção nenhuma”, disse Diego, abraçado a Gamburyan. O caso em questão aconteceu em 2010, durante o World Extreme Cagefight 51.

Entenda o caso:

No evento, Manny fez a luta principal contra José Aldo, parceiro de Diego Nunes. Os lutadores envolvidos foram convidados a assinar um cartaz do evento. O brasileiro, então, colocou seu nome sobre o rosto do armênio, que não gostou e não se esqueceu da provocação. “Tenho muito respeito por ele”, ressaltou Diego, que recebeu cumprimentos de Gamburyan como sinal de pazes feitas.

Diego Nunes chega à sua 17ª vitória na carreira. A importância do triunfoem Las Vegasé grande porque o recupera de derrota para Kenny Florian no UFC 131,em Vancouver. Gamburyan, por sua vez, acumula sua terceira derrota consecutiva, a segunda no UFC: Além da derrota no WEC para José Aldo, em junho ele também perdeu para Tyson Griffin. 

Fonte: esportes.terra.com.br

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *