Home Da Redação Estado do Paraná reconhece o Genocídio Armênio

Estado do Paraná reconhece o Genocídio Armênio

0

A caminhada para o reconhecimento do Genocídio Armênio no Brasil tem mais uma vitória.

Genocídio, Armênio, Paraná, brasilA Assembléia Legislativa do estado do Paraná, um dos mais dos ricos do país, aprovou um projeto de lei reconhecendo Genocídio Armênio durante o Império Otomano.

O projeto de lei de autoria do deputado estadual Ney Leprevost foi assinado pelo governador Beto Richa (que é filho de José Richa, ex-governador de ascendência libanesa), e entrou em vigor em 28 de fevereiro deste ano.

(Clique aqui para ver a lei.)

Junto com outros estados da federação que já aprovaram leis semelhantes, o Paraná se coloca na vanguarda da defesa dos Direitos Humanos e da Justiça Internacional.

O deputado Ney Leprevost tem 39 anos de idade e é jornalista e deputado estadual. Em 1996 foi eleito para seu 1º mandato na Câmara Municipal de Curitiba, sendo nesta época o vereador mais jovem eleito na cidade.

No corpo da lei que justifica o projeto, o deputado faz a seguinte menção: “O reconhecimento do Genocídio Armênio por parte da Assembléia Legislativa do Paraná aliviaria o sofrimento de milhões de armênios espalhados por todo o mundo e permitiria a Turquia ter mais consciência de seu passado.

*** Com colaboração de Luís Carvalho e Sarkis Ampar Sarkissian.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *