Home Da Redação Gustavo Chacra: “os curdos não têm a sorte de ser palestinos”

Gustavo Chacra: “os curdos não têm a sorte de ser palestinos”

0

Via Blog Guga Chacra, do Estadão

Sakine Cansiz, Fidan Dogan e Leyla Soylemez. Militantes curdas mortas ontem (dia 09/01) em Paris. AFP PHOTO / STRINGER
Sakine Cansiz, Fidan Dogan e Leyla Soylemez. Militantes curdas mortas ontem (dia 09/01) em Paris. AFP PHOTO / STRINGER

Imaginem se, em vez de três curdos, fossem três palestinos executados em Paris? Provavelmente já teriam acusado Israel e haveria gritaria internacional. Mas os curdos? Claro, suspeitam da Turquia, o que é natural. Afinal, os curdos são tratados como cidadãos de segunda classe no país e cogitar a criação de um Estado é crime.

Mas a Turquia desfruta, por algum motivo, de imunidade internacional e de pouco impacto nas suas ações. O governo turco considera crime falar em genocídio dos armênios, defende a ocupação ilegal do norte do Chipre e impede os curdos de tentarem criar um Estado ou ao menos poderem ter a sua própria identidade.

Raramente lemos nos jornais, porém, sobre estas questões. Há muitas críticas, quase diárias, aos assentamentos de Israel. Mas quem fala dos assentamentos turcos no Chipre? Sou dos raros jornalistas que fez reportagem sobre o assunto in loco e mesmo assim uma vez. O presidente Barack Obama falou que reconheceria o genocídio armênio, mas depois, covardemente, refugou. O Hamas tem simpatizantes no mundo todo, mas o PKK não é tão “cool”. Por que estas diferenças?

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *